terça-feira, abril 19, 2011

Fome

Ontem à noite soube de um certo supermercado em Cascais que foi assaltado. Levaram comida. Carne, leite, arroz e afins.

Não maltrataram ninguém, não levaram dinheiro, nem vandalizaram nada. Roubaram para comer, para não passaram (provavelmente, ainda mais) fome. E chegámos a este ponto.

Sinceramente gostava de ver certas pessoas a serem punidas por chegarmos a este ponto. Sim, é verdade que há muita gente que não sabe estimar e poupar o dinheiro, é verdade que há muita gente a viver acima das suas possibilidades. Mas ninguém tem culpa da má gestão dos últimos anos. Ninguém tem culpa por aprovarem o TVG, aeroportos, auto-estradas, pontes. Ninguém tem culpa de, no dia em que aumentaram os impostos, o governo renovar a frota de automóveis com outros, mais novos, melhores e mais caros. Ninguém tem culpa pela quantidade absurda de instituições públicas criadas só para darem emprego aos amigos. Ninguém tem culpa por ainda existem empresas públicas como a TAP e a RTP que só dão prejuízo. Ninguém tem culpa por o ordenado médio dos gestores públicos ser o dobro do ordenado médio dos gestores públicos da UE.

Ao fim ao cabo, ninguém tem culpa que haja cada vez mais gente em Portugal a passar fome.
Ninguém, porque cá neste país, a culpa morre sempre sozinha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gambuzinem