quinta-feira, junho 09, 2011

A árvore da vida

A fotografia do filme é fenomenal.

O filme em si fez-me lembrar as música da Mafalda Veiga - longas, sem originalidade, enfadonhas - e toda a gente sabe que a Mafalda Veiga está para mim como os judeus estiveram para o Hitler.

Nem sei como aguentei ver o filme todo - talvez a lembrança do dinheiro gasto para ver aquele bocejo. E nem vale apena virem com aquele discurso de "o filme é poético", ou "não tens sensibilidade para tal conceptualismo" ou mesmo "és uma ignóbil", e que digam, ao tentarem defender o filme, que é muito mais do que a história da criancinha que cresce traumatizada pela relação que tem com os seus pais, com a sua mãe panhonhas e o seu pai opressivo, e o do seu percurso, já na fase adulta de análise interior do seu ser, porque o filme não passa disto.

Devia ter dado ouvidos à mãe e irmã do meu amigo N.: "Fujam! Fujam e não olhem para trás!".

5 comentários:

  1. Bem eu não sou tão radical, apenas passados 15 minutos eu queria sair da sala, e isto nunca me aconteceu pela razão ser o próprio filme. Apenas pelo público que não se cala já me apeteceu sair da sala. Desta vez dou os parabéns ao público.

    ResponderEliminar
  2. LOL sobre este filme, já vi falar de tudo, acho que vou ter que tirar as minhas próprias conclusões.

    ResponderEliminar
  3. Pedro: sim, o público desta vez portou-se muito bem, principalmente tendo em conta o filme que foi lol

    Daniela: o melhor é mesmo isso. Sei de pessoas que gostaram muito e sei de outras que odiaram. Por isso o melhor é mesmo cada um tirar as suas próprias conclusões :)

    ResponderEliminar
  4. Eu adorei o filme, lololol, sai da sala completamente maravilhada com tudo, e quando o fui ver também tinha ouvido mil opiniões, a maior parte negativas. Mas eu realmente gostei muito:-)

    ResponderEliminar
  5. Vânia: pois, eu não gostei nada do filme - tirando a fotografia, que estava espectacular! - e pior foi o meu gambuzino que só foi porque eu quis ir, e passados 15 minutos já estavamos os 2 a bufar ahahahah

    ResponderEliminar

Gambuzinem