terça-feira, setembro 13, 2011

Não faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem a ti

Não ando neste mundo para lixar quem quer que seja, não foi assim que os meus pais me educaram. Não faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem a ti.

Hoje, pela primeira vez na vida, eliminei e bloqueei uma pessoa do Facebook. Não por me ter tentado tramar directamente, mas por ao defender-se, ter acusado outras pessoas (onde me incluo) que nada têm a ver com as guerrinhas idiotas que enfrenta. Se tem motivos para ter essas guerrinhas?! Até poderá ter. Mas ninguém tem nada a ver com isso, como tal não estava à espera que nos metesse ao barulho.

Se eu não ando aqui para tramar ninguém, o mínimo que eu espero dos outros em relação à minha pessoa é que não me tramem. O que esta pessoa fez só mostra falta de carácter, falta de respeito, falta de amor-próprio. Sinto muita pena desta pessoa, porque pena é o sentimento que tenho em relação a todos que se mostram mesquinhos.

O que é o isto tem a ver com o facto de ter eliminado esta pessoa do Facebook? Era dos poucos elos de ligação que ainda mantinha. Ainda tenho de lidar pessoalmente, mas pelo menos neste sentido, cortei.

O que eu lhe desejo? O mesmo que me desejar a mim.

13 comentários:

  1. "O que eu lhe desejo? O mesmo que me desejar a mim." Para mim revela toda a maturidade, educação e nível que tens :) Parabéns *

    ResponderEliminar
  2. Se eu pudesse...: muito obrigada! Os meus pais fizeram um bom trabalho ahahah (modéstia à parte) ****

    ResponderEliminar
  3. Olha, há uns dias também tive uns problemas por me meterem onde nem sequer sou chamada. Enfim! Pessoas que não têm mais nada que fazer e que não têm a mínima noção das consequências.

    ResponderEliminar
  4. Ana: o pior é que a pessoa em questão tem total noção das coisas. Pura malvadez. Não tenho paciência para estas coisas...

    Ana FVP: LOL obrigada, mas não vou descer ao nível desta gentinha ****

    ResponderEliminar
  5. Eu desejo sempre o dobro do que me desejam a mim.
    Sou um mãos largas eheheh.

    ResponderEliminar
  6. Fizeram um bom trabalho sim senhora. Não há nada melhor do que o desprezo e a indiferença por pessoas sem carácter e longe do nosso nível. És superior a isso.

    ResponderEliminar
  7. Lá no fundo, no fundo desejaste que ela caísse das escadas e bebesse sumo duma palhinha a vida toda, não desejaste? Confessa lá!

    ResponderEliminar
  8. Eu só lhe desejava que tivesse uma dor tão forte que quanto mais corresse mais lhe doesse e quando parasse morresse lolol.

    ResponderEliminar
  9. Quando tem de ser tem de ser.
    E adorei a última frase!

    ResponderEliminar
  10. Mim: lol naaaa, não sou assim tão "bigger person" :P

    Ana: pois... o melhor mesmo é desprezar. Enfim, não sei o que se ganha com estas coisas...

    Aflito: lolol naaaa, não merece que eu perca tempo a pensar nessas coisas!

    Semprábrir: isso não me adianta nada.

    Soraia: e o que tem de ser, tem muita força! Obrigada****

    ResponderEliminar
  11. Thats it!

    Se for preciso dar porrada diz :p Eu nunca andei à pancada, era só numa de... Novas experiências... Estou a brincar como é óbvio*

    ResponderEliminar
  12. Catarina: ahahah naaa, não vou sujar as mãos num ser tão parvinho :P

    ResponderEliminar

Gambuzinem