sexta-feira, outubro 21, 2011

"Andas numa fase mais dark"


Disse-me o gambuzino, sobre as músicas que ando a ouvir. A verdade é que em termos musicais, nunca fugi muito deste registo dark, mais rocker, mais pesado. Mas, pensando bem, ando mesmo numa fase dark. Ando chateada. Aborrecida. Revoltada. 


Ando assim porque vejo um país a afundar-se à minha frente sem as garantias de que, mesmo depois de tanto sacrifício e corte, volte ao sítio. E isto é difícil: eu, tal como uma boa parte da população portuguesa, não sou responsável, directa e indirectamente pela crise - quando digo indirectamente é porque nunca votei naquele "senhor"-cujo-nome-não-deve-ser-pronunciado. Obviamente que a culpa não é exclusiva dele, mas foi quem acabou por dar o pontapé final. 

É ainda mais difícil porque sou eu que estou, tal como tantas outras pessoas, literalmente a pagar a factura pela crise. É difícil porque me coloca naquela situação complicada de começar a considerar severamente em deixar família e amigos para "trás" e emigrar. Sim, é verdade que sempre tive vontade de me aventurar além fronteiras, mas neste momento quase que sinto uma "obrigação" para tal feito, o que torna este tipo de decisão muito mais pesada. Uma coisa é dizer "Bem, recebi uma proposta para ir para a Conchichina, vou ver no que isto dá!", outra é "Tenho de arranjar alguma coisa noutro sítio antes que seja tarde demais". Felizmente tenho uma família que, em caso de desgraça monetária, me apoiaria, no entanto não gostaria de viver com esse fardo. Sou uma pessoa adulta que tem de fazer pela vida. Felizmente tenho emprego na minha área de formação, sou paga a horas, e gosto daquilo que faço - disso não me posso queixar - mas paira uma nuvem demasiado escura que não me deixa estar totalmente descansada.

A juntar a isto, há certas e determinadas pessoas que eu tenho de aturar que só mereciam era que lhes cortassem os pulsos com folhas de papel. Pessoas sem educação, que pensam que têm sempre razão, que têm o rei na barriga, sem escrúpulos. Pessoas para as quais eu não tenho a mínima paciência. Gentinha ignóbil, deprezível.

É... ando dark...



5 comentários:

  1. Querida karina, gostei muito deste teu texto, extremamente lúcido e pertinente. Parabéns!
    Toma o caminho que considerares melhor, para ti.

    ResponderEliminar
  2. Cunhadita,realmente está um ar pesado e frio no nosso país (não és tu). Andamos com receio do futuro. Preocupados com as incertezas. Não podemos ir abaixo, temos de arregaçar as mangas e continuar a trabalhar. E tu não és insensível, pelo contrário. (Eu gosto de música pesada, como tu sabes, por vezes bem mais pesada) ;)
    Bjnhos e bom fim-de-semana :)***

    ResponderEliminar
  3. Oh Karina, estamos todos juntos até nessa fase mais dark ;) Beijinhos e aproveita o fim-de-semana para descansar (que esses ainda os temos)!

    http://pegadafeminina.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Turista: obrigada! Este tipo de decisões têm de ser tomadas a seu tempo, com tudo bem pensado... logo se verá! :) ***

    A Produtora: obrigada cunhadita!***

    Amora: ahahah hummm nem por isso... mais rocker ahahahh

    Mia: eu sei que estamos todos nesta fase mais dark... no entanto não gosto de pensar que sou pessoa de ficar quieta à espera que as coisas simplesmente aconteçam... como disse à Turista, " logo se verá" ***

    ResponderEliminar

Gambuzinem