sábado, março 31, 2012

31. Saudade



Se vocês todos imaginassem o que esta palavra significa para mim. Ainda por cima - e ironicamente - para o dia de hoje.

sexta-feira, março 30, 2012

É sexta-feira... óhhhhhhhhhhhhh

As minhas férias estão a terminar. Damn it!

30. Sedução








































Sentido de humor, rir é o melhor remédio!

quinta-feira, março 29, 2012

29. Look

Não sei se tenho um estilo bem bem bem definido - apesar de, por vezes, amigas comentam comigo "Karina, vi uma coisa numa loja qualquer que era a tua cara!" e, por norma, são mesmo a minha cara.

Gosto muito de saias e vestidos. Não gosto misturar padrões, mas gosto de misturar texturas. O meu armário deve ter metade de roupa preta e a outra metade com roupa colorida. Tão depressa estou a comprar um vestido cor-de-rosa como umas sabrinas com tachas ou um top preto com caveiras mexicanas. Gosto muito de acessórios - fios, brincos, - não tanto pulseiras ou anéis - e tenho uma colecção gigantesca de écharpes/lenços/cachecóis - raro o dia em que saia de casa sem ter algo ao pescoço.

Ou seja, visto aquilo que gosto, consoante o meu humor. Não uso só porque está na moda, ou não deixo de usar porque não faz parte da colecção mais recente. Até porque os gostos vão-se alterando, e eu não gosto de ficar presa a rótulos estilísticos, apesar de ter preferência por certas coisas em detrimento de outros.
Mas se tivesse que definir o meu estilo, teria de ser qualquer coisa como bohemian-chic-rock-casual. Qualquer coisa entre Rachel Zoe, Jessica Alba e Hailey Williams







28. Pessoa



















A minha mãe. Pela pessoa que é - o ser mais lutador que conheço. Pelo seu humor incrivelmente irónico - quantas vezes eu e o meu irmão não conseguimos perceber se ela está a gozar com a nossa cara ou se esta a falar a sério. Por ser das pessoas mais cultas e inteligentes que conheço. Por ser incrivelmente desenrascada em qualquer situação. Por nunca baixar os braços face qualquer obstáculo. Por ser séria quando é preciso e seriamente divertida quando quer.

Porque mãe é mãe e a minha é a melhor  de todas! :)

quarta-feira, março 28, 2012

Private joke: para as minhas queridas S. e A.

Sabemos que o mundo está virado de cabeça para baixo quando numa conversa, às tantas, ouvimos de uma pessoa (que não conhecemos de lado nenhum) dizer:

"Well, it's what it is!".

terça-feira, março 27, 2012

Viagens de Sonho #3

Tibete.

27. Sonho




O Euromilhões. Mas como isso é algo altamente improvável, sonho que esta fase da vida só traga bons frutos e que corra tudo pelo melhor.

"Ah e tal, mas que fase é essa que tu estás para aí a falar?!". Mais tarde tudo irá ser revelado. Não percam os próximos episódios, porque nós... também não!

segunda-feira, março 26, 2012

26. Comida

Adoro comida e tenho uma prazer imenso em cozinhar e em comer. Não sou nada esquisita - apesar de não comer carne - mas há coisas que não gosto, tais como:


Sardinhas. Horrível. Odeio sardinhas, o cheiro, o sabor... blhec blhec blhec!



Manga. Sim, eu sei, é chocante eu não gostar de manga e que toda a gente gosta de manga. Mas eu não gosto e já experimentei de tudo, desde o fruto em si, várias vezes, a sumos, sobremesas de manga, e bla bla bla. Não vale apena. Não gosto.



Couves-de-bruxelas. Ou como eu gosto de chamar: projecto de couve.



Mas, em compensação, adorooooooooooooo:


Bacalhau, de todas as formas e feitios. Desde cozido com grão, a assado, bacalhau com natas, bacalhau espiritual... tanto faz!

Salmão. Adoroooooooooooooooo!



Bróculos, ou árvorezinhas, como chamava quando era criança.


E pronto, tão depressa como comida indiana, como italiana, como portuguesa. Tenho bons hábitos alimentares - como várias vezes ao dia em doses mais pequenas, como fruta e muitos vegetais - e raramente como fritos ou como quase sempre em casa e levo sempre comida de casa para o trabalho - salvo raras excepções. 

25. Medo



Tenho um medo praticamente irracional das abelhas. Nem percebo porquê, visto que nunca fui picada. O máximo que tive foi uma abelha em cima da minha perna, mas um primo meu consegui sacudir a pequena para fora dali.

Também não gosto de aranhas - muito obrigada Aracnofobia (o filme)!

Tenho outros medos, mas são medos espontâneos. Receios que se apoderam de mim mediante certas situações - o que me levam a ter pequenos ataques de pânico. Mas, felizmente, são apenas temporários.

24. Data




Não consigo escolher só uma. São várias as que marcaram a minha vida. Umas por muito bons motivos, outras pelas piores razões. Mas lembro-me de cada uma delas e mais alguma com a máxima precisão. O dia, o mês, o ano. A hora. E lembro-me de certos pormenores de cada uma dessas datas, tais como a roupa que trazia vestida e o corte de cabelo.

sexta-feira, março 23, 2012

Em pulgas

para que chegue Domingo!

Srs. Condutores:

- Os piscas não são um adereço do carro, não estão lá só para enfeitar.
- Os piscas não mordem, não batem, não amordaçam, não agridem nem aleijam.
- Os piscas não são só para servir de iluminação numa discoteca ao ar livre.
- Os piscas não gastam combustível.
- Os piscas não são de difícil manuseamento.
- Os piscas não têm vontade própria, são até bem mandados.
- Os piscas não adivinham quando têm de ser usados.
- Os piscas não são perigosos, antes pelo contrário. São fixes e evitam acidentes.
- Os piscas já vêm incluídos no carro.
- Os piscas deverão ser usados sempre que necessário para assinalar mudança de direcção.
- Os piscas devem ser usados antes da manobra em questão, nunca durante ou depois.


Tendo em conta tudo isto, mas porque motivo é que há tanta alminha a insistir na ideia de não utilizar os piscas?! Mas porquê?! Não custa nada e facilita tanto a vidinha aos demais condutores... mas como a falta de civismo impera nas estradas portuguesas e a preocupação com o rei que carregam nas suas barrigas é mais importante que tudo o resto, realmente não é de estranhar que não queiram saber de mais ninguém...

23. Solidão








































Gosto de ter os meus momentos de solidão. Se, por exemplo, antes odiava ter que fazer alguma refeição sem companhia, hoje em dia gosto, de vez em quando, de ir almoçar sozinha. Estar comigo, com os meus pensamentos, com as minhas ideias. Definir o meu tempo à minha maneira.

Mas só de vez em quando. No resto do tempo, gosto de estar acompanhada.

quinta-feira, março 22, 2012

22. Lingerie














































Adooooro lingerie, principalmente preta. É xexy!

Por aqui ouve-se...

Eu nem sequer sou fã deste senhor. Mas, para além de gostar muito desta música, o video-clip é um mimo! Dos melhores que já vi ultimamente.

quarta-feira, março 21, 2012

Das coisas mais nojentinhas que tenho a infelicidade de conhecer

A Estação Ferroviária de Alcântara-Mar. É absolutamente nojenta, terrível, feia, suja, cheia de graffitis, mete medo ao susto.

Não consigo compreender como uma estação por onde passa tanta gente e sendo uma das principais da linha de Cascais, seja um autêntico atentado à higiene. É chão conspurcado, são paredes repugnantes, é ratinhos a passearem de um lado para o outro, é um cheiro intragável. Sinceramente também não consigo perceber como é que há uma "esplanada" no interior da estação visto que não deve ser dos sítios mais aprazíveis para se passar um bom bocado, a ler ou a conversar com os amigos. Pelo menos eu, só de pensar na ideia de me sentar numa daquelas cadeiras com vista para um cenário terrível e mau cheiroso que é aquela estação, dá-me vontade de vomitar o almoço todo. Pelo que já me deu a parecer, o Café nem tem mau aspecto. Está é mal localizado.

Outra coisa que me irrita profundamente nesta estação é o facto de não haver atendimento ao público. Se quiser comprar bilhete - carregar o cartão Lisboa Viva ou como se chama esta porcaria - tem de ser na máquina. À primeira vista, tudo bem. Tirando a parte de já ter visto pessoas mais velhas ou turistas sem saber o que fazer com aquilo. Para além de que muitas vezes as máquinas não têm cartões para venda. Ou uma pessoa arrisca-se a andar de comboio sem isto, ou lá tem de arranjar outra forma de transporte.

Para o pequeno balúrdio que uma pessoa tem de pagar de passe, o mínimo que deviam fazer - para além da pontualidade que também já viu melhores dias - era manter as estações limpas e desinfectadas, sem a presença constante de ratinhos.

Deco tips: arrumação #1

Sim, eu sou daquelas maníacas pela arrumação. Não gosto de ver as coisas desarrumadas ou espalhadas pela casa. Mas por vezes o espaço não abunda, o que dificulta um pouco esta questão.

Uma das formas de anular esse aspecto a utilização de caixas e cestos, até porque hoje em dia existem caixas bonitas e para todos os gostos. É uma solução prática e, muitas vezes, divertida. 




21. Maquilhagem










































Gosto de maquilhagem natural, com os olhos realçados :)

terça-feira, março 20, 2012

20. Objecto




























iPhone

Não é simplesmente um telemóvel. Na na. Para além de ter aqui toda a minha vida apontada - não é que tenha uma vida social digna de actriz de Hollywood, mas também não sou nenhuma desafogada por completo - tenho uma data de aplicações que me dão um jeito incrível, desde lista de compras, o e-mail, lanterna, música, aplicações sobre restaurantes, bares, cinemas, agenda cultural, catálogos, notícias, máquina fotográfica (apesar de preferir a minha Canon, as fotos do iphone já têm uma boa resolução para desenrascar), e variadas aplicações de edição de imagem e até alguns jogos.  Acaba por ser um tudo em 1.

Sim, é verdade que sempre consegui viver sem isto, mas agora que tenho, não quero outra coisa!

Para comemorar a chegada da Primavera

Sumo de Melancia, cidreira, limão e gengibre.

Fresco e saudável!








































Ingredientes
4Kg de melancia sem casca e cortada aos cubos
2 c. de sopa de sumos de limão
2 1/2 c. de chá de cideira ralada
1 1/2 c. de chá de gengibre ralado
Pitada de sal
Cubos de gelo

Preparação
1 - Colocar a melancia num liquificador até ficar num batido macio. Passar este batido por uma peneira, de maneira a ficarmos apenas com o sumo. Misturar o sumo de limão, a cidreira, o gengibre e o sal.

2 - Ir ao frigorífico até ficar frio - cerca de 20 minutos.

segunda-feira, março 19, 2012

Vamos lá falar de coisas sérias

E um bom anti-olheiras?! Alguém sabe?

Daqueles mesmo bons bons bons. É que ando aqui com uns papos secos debaixo dos olhos que mete medo. Qualquer coisa como isto:

Contos de Formiga

Fiquei completamente fascinada com este trabalho do fotógrafo russo Andrey Pavlov, em que cria vários possíveis cenários utilizando formigas como personagens principais. Alguns dos cenários são retratos do seu dia-a-dia, enquanto que outros já são comuns à vida humana. Está tão giro!