quinta-feira, maio 17, 2012

Da comida gourmet

Chamem-me comilona, gulotona e o que quiserem. Até podem dizer que eu sou pouco chic. Mas não consigo entender o conceito de comida gourmet. Ou melhor, perceber até percebo. Mas não é coisa para mim e por vários motivos:

- Aquilo não dá para tapar a cova do dente. As doses que servem são estupidamente pequenas para mim. Um prato gigante com 3 bagos de arroz, meia ervilha e uma fatia de cenoura tão finamente cortada que se eu a levantar do prato vejo que é transparente, pode ser um festim para muita gente, mas para mim é pouco.

- Três pingos pequenos de azeite e vinagre espalhados no prato não significa que a isso se possa chamar de molho. São apenas três pingos pequenos de azeite e vinagre.

- Uma pessoa demora mais tempo a conseguir pronunciar os nomes dos pratos do que a comer. Filet Mignon au limon com risotti de funghi, salada avec flores comestíveis & molho de vin rouge. Só para dizer isto uma pessoa fica cansada, e depois ir-se a ver e aparece à frente um bifinho de porco muito fininho e pequenino (do tamanho de uma unha de bebé) com 1 gotinha de limão, 3 bagos de arroz e um quarto de cogumelo, 1 pétala de rosa com 3 pingos de vinho na borda do prato.

- O preço é sempre sempre sempre exorbitante, principalmente tendo em conta que depois de entradas, sopa, prato principal, sobremesa (algum Cremée Brûlè servido num copo de shot) e café (uma sorte se não aparecer numa chávena de chá apenas com as borras de café) uma pessoa sai do restaurante com mais fome do que quando entrou.

12 comentários:

  1. Alguém que me compreende...
    Obrigado...

    ResponderEliminar
  2. Estou tão mas tão de acordo!
    Subscrevo!

    ResponderEliminar
  3. ahahah o que me ri com este post! é que é mesmo isso! Goirmet o caraças!!! Eu sou lá mulher de comer 3 bagos de arroz?! E pagar uma fortuna por isso?! Naaaa

    ResponderEliminar
  4. Bem, e vão duas!! Refeição que é refeição é de prato cheio!

    ResponderEliminar
  5. não és a única a sentir te frustrada com uma refeição gourmet! fica descansada!

    ResponderEliminar
  6. Olá, muito bom escrito.
    A comida gourmet, come-se com os olhos e esses devem comer pouco!!!!
    http://gostosdaana.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. É uma pena comida tão boa vir em quantidades tão pequenas :p E sim, sai-se com fome mesmo... Que miséria*

    ResponderEliminar
  8. Exactamenteeeeeeeee !
    Se se trata de uma refeição, há que se conseguir ver a comida no prato ... :-)
    Parabéns pelo post.

    ResponderEliminar
  9. Timido: ahahah de nada ;)

    Margarida: eheheh :D

    Cacau: se é para pagar, ao menos que se seja bem servido! :D

    cereja: ora nem mais!

    Roxanne: obrigada, eu pensava que era a única... really!

    Ana Soares: eheheh é verdade! *

    Catarina: mas é fashionnnnn! lol

    Numerologia nas Emp.: eheheh obrigada!

    Cátia: :D thanks!*

    ResponderEliminar
  10. Querida Karina, tu és eu em versão jovem!! Eheheheh!
    Uma vez, no início dos gourmets, fui a um restaurante desses... depois fomos às roulotes comer uma bifana, cada um! Está tudo dito! ;)

    ResponderEliminar
  11. Turista: ahahah muito bom! pagar para passar fome não faz o meu género eheheh beijinhos e bom fim-de-semana**

    ResponderEliminar

Gambuzinem