terça-feira, julho 10, 2012

E pronto

o Gambuzino já está de volta a Dublin. Gostaria de dizer que com o tempo, com a quantidade de vezes que nos temos abraçado no aeroporto à frente daqueles que querem ver e sussurrado ao ouvido um do outro que faltam apenas x dias até estarmos outra vez juntos como forma de consolo, que custa menos. Mas não custa. Não há forma de me habituar a isto.

E se por um lado custa-me vê-lo a desaparecer no meio da multidão em pleno aeroporto, por outro lado sei que está cada vez mais perto o dia de serem os meus pais a verem-me partir. É verdade que só podemos encarar isto como uma oportunidade, como um desafio, como uma fuga de um país que parece estar em queda livre em direcção a um poço sem fundo. Mas é muito mais que isso: emocionalmente é uma autêntica prova de fogo.

Por isso mesmo posso dizer que "saudade" é a palavra que melhor define a minha alma. "Saudade" está tatuado no meu coração, e tão depressa daqui não sai.

20 comentários:

  1. Olá. Eu saí de Portugal há quase 4 anos, em parte pela sensação de "queda livre em direcção a um poço sem fundo". A saudade não diminui e os obstáculos também não, mas financeiramente não poderia ter tomado uma decisão melhor. Boa sorte! Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Joana: só podemos esperar que isto seja realmente pelo melhor. Obrigada e boa sorte para ti também!***

    ResponderEliminar
  3. e pensar que ainda há uns meses falávamos sobre a tua ida quando o gambuzino se foi e que ainda faltavam tantos meses e agora puff estás quase a ir.

    Acredito que seja dificil, mas a verdade é que vocês os dois tiveram um verdadeiro acto de coragem em busca de uma vida bem melhor, espero mesmo do fundo do coração que consigam.

    Não te esqueças de apadrinhar a minha milki:-)

    beijinhos grandes****

    ResponderEliminar
  4. Aiii, que fico com o coração apertadinho com estas coisas! Mas quando fores vais de certeza ficar mais contente! :D

    ResponderEliminar
  5. Olá Karina. Conheci o teu blog há pouco tempo e tenho a dizer que escreves de forma fantástica e que o teu blog é viciante ;)

    Acho que consigo perceber um bocadinho dessa "saudade" que sentes, já que também eu deixo um bocadinho de mim a cada despedida no aeorporto. É complicado gerir a distância...
    Um beijinho :*

    ResponderEliminar
  6. Eu percebo o que dizes... Apesar de ainda não planos para me ir embora em breve, também não sei como iria lidar com tantos sentimentos =S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  7. eu não gosto nadinha de ter que me despedir do meu por períodos prolongados... nada mesmo... mas por cá já vai sendo (um mau) hábito...

    ResponderEliminar
  8. Oh minha querida, espero que corra tudo bem por esta gigantesca aventura da tua vida.
    Mas, infelizmente, acho que as saudades não vão diminuindo...
    Boa sorte minha querida e tudo, tudo de bom para vocês!

    ResponderEliminar
  9. Admiro a vossa capacidade de manter relações à distancia... Mas a minha mãe diz sempre que quando se ama aguenta-se tudo! ela lá sabe. :)
    beijoca e força

    ResponderEliminar
  10. Daniela: :/ ****

    Vânia: obrigada querida, tu és uma fofa e tens-me apoiado imenso! muito muito muito obrigada ****

    p.s.: não me esqueço não! Eu hei-de encontrar uma Milki à maneira! :D

    ádescávir: oh, obrigada!* Espero que sim :D ***

    GAROTA DE IPANEMA: uau! obrigada! :D agora fiquei super babada eheheh
    sim, é díficil gerir isto, mas lá vou ter que me habituar... é assim a vidinha... beijinhos*

    Cláudia: pois, depende de pessoa para pessoa... mas para mim que sou super ligada à família e aos amigos, não está a ser muito fácil, apesar de saber que é a melhor decisão que podíamos ter tomado...

    Roxanne: compreendo-te bem!***

    trintona: obrigada querida! é verdade, as saudades não vão diminuir, mas pelo menos sei que vou ter sempre aqui pessoas à minha espera e essa sensação é boa :)

    Kinhas: a tua mãe está mais que certa! :D eheheh beijinhos e obrigadA*

    ResponderEliminar
  11. Desta vez tiveram um fim-de-semana prolongado...
    O importante é aproveitar todos os momentos...
    De resto está para breve o reencontro... e com saudades até vai ser mais caloroso...
    Força, toca a aguentar...

    ResponderEliminar
  12. desejo-te tudo de bom amiga. Tu sabes
    primeiro fazes-me rir com o post da Sofia e agora estou lavada em lágrimas
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Estamos a torcer por ti, para que corra tudo bem!!!

    ResponderEliminar
  14. Estamos a torcer por ti, para que corra tudo bem!!!

    ResponderEliminar
  15. De facto deve mesmo ser muito difícil. E acredito que é difícil algo conseguir matar totalmente essa saudade.
    É mesmo por isso que digo sempre que dificilmente sairia do nosso cantinho à beira mal plantado. Mas nunca se pode dizer nunca!!

    ResponderEliminar
  16. Muita forcinha para essa nova etapa e que tudo corra pelo melhor minha querida =)*

    ResponderEliminar
  17. As despedidas são sempre lixadas, mas força aí que tudo vai correr pelo melhor. :D

    ResponderEliminar
  18. é dificil, acredito, mas é pelo melhor! :)

    ResponderEliminar
  19. Timido: sim, é aproveitar sempre que se pode :D

    Suely: obrigada querida! Sabes que eu também estou a torcer por ti! ****

    Maria Pitufa: muito obrigada! ******

    Viagem com tudo incluído: foi uma decisão que tivemos de tomar. Surgiu esta proposta e as coisas por cá estão como todos sabem que estão... mas sim, é complicado gerir isto. No entanto, havemos de conseguir :)

    Ana João: muito obrigada querida*

    Gaja Maria: o que vale é que são só 2h e pouco de viagem :)

    Cacau: espero bem que sim :)

    E agora a todos: Muito muito muito obrigada a todos! Do fundo do meu coração, obrigada pelo apoio e pelo carinho!****

    ResponderEliminar

Gambuzinem