quarta-feira, setembro 19, 2012

A culpa é das estrelas

Há livros bons, menos bons, maravilhosos, horríveis. Há livros que devem ser postos num altar e outros que merecem ir parar numa lareira acesa numa noite fria de inverno. E depois existem estes livros que nos marcam, que são autênticos. O mais provável é que não venham a ser considerados clássicos da literatura, porque não são livros com uma escrita complexa ou com um enredo intrincado. Mas o seu tema é complexo, e a sua história é tão universal que é impossível uma pessoa não ficar agarrada à sua leitura.

De uma forma muito básica, A culpa é das estrelas é um livro sobre uma adolescente com cancro, que não tem cura mas que tem conseguido não só sobreviver mas, de certa forma, viver. É um livro que, num momento nos consegue fazer sorrir e até lançar uma ou outra gargalhada, apesar da improbabilidade neste tipo de histórias, e no momento a seguir já estamos com o coração apertadinho.

Pode não ser um clássico, mas é um bom livro. É uma história e lição de vida, que nos faz conseguir separar os problemas reais dos problemas triviais.



8 comentários:

  1. Adoro. Há muito boa gente que em vez de passar o tempo com lamurias deveria ler este livro! :)

    ResponderEliminar
  2. É daqueles que nos mostram como viver...

    ResponderEliminar
  3. E baseado numa história real? Sim, eu sei que infelizmente, há por aí muitas histórias iguais a esta.

    ResponderEliminar
  4. Já ouvi críticas muito boas a esse livro. Tenho de o comprar.

    ResponderEliminar
  5. Kinhas: é verdade!

    Noa: eu gostei muito :)

    Nokas: uma autêntica lição de vida!

    Jovem $0nhador@: eu gostei muito, fiquei logo agarrada na primeira página :)

    ana para os 2 lados: ora essa hermenegilde! de nada*

    Dúvidas: não, não é uma história real, mas não deixa de ser tocante...

    Maria: :D eu gostei ***

    ResponderEliminar

Gambuzinem