quinta-feira, setembro 27, 2012

Cabelão, cabelo, cabelinho...

Apesar de à primeira vista não parecer de todo o caso, tenho uma farta cabeleira. Sempre que tinha de ir a uma cabeleireira diferente, era normalíssimo ver o ar de admiração estampado nas suas caras quando punham as suas mãos na minha cabeça e apercebiam-se que eu tinha uma quantidade abundante de cabelo. No entanto, é fino e é liso (apesar de agora já começar a ter uns jeitos, muito muito tímidos, mas estão cá), o que ajuda a disfarçar o facto de ter uma cabeleira digna de, com os produtos certos, parecer um dos membros do The Kelly Family.
Quando era criança, o meu cabelo era tanto, tão forte e tão liso que era impossível pôr as suas pontas para fora ou para dentro como era muito habitual naquela altura (para minha grande felicidade, que preferia ver o cabelo totalmente liso). Digamos que nunca foi um cabelo muito difícil de tratar, porque simplesmente não dava aso para grandes aventuras. É claro que, como eu sou que me farto rapidamente dos visuais, já tive mil e um cortes diferentes, desde curtos, muito curtos, médios, muito compridos, tudo pelo menos tamanho, escadeado, com franja curta, com franja comprida... E fui aprendendo com o tempo e com estas experiências o melhor tipo de corte para mim, uma vez que tenho tanto e tanto cabelo. O ideal é um pouco escadeado, não muito. E é preferível tê-lo mais comprido porque, apesar de gostar de o ter curto, preciso de o cortar muitas mais vezes e dá-me mais trabalho do que se tiver o cabelo mais comprido.

No entanto, nos últimos tempos tenho-me deparado com uma situação muito pouco usual, mesmo tendo em conta a época do ano: cai-me cabelo que é uma farturinha, como nunca antes visto. É vê-lo aos tufos no banho, e vê-lo a ficar-se na escova de pentear, a cair para cima dos meus ombros. Por onde passo, deixo o meu cabelo como vestígio, como se eu fosse a porra da Gretel da história Hansel e Gretel, com a diferença que em vez de deixar migalhas ou pedrinhas para seguir o rasto de volta a casa, deixo fios de cabelo.
E eu que sempre disse que, pronto, apesar de sair ao meu pai com tanto cabelo branco, tinha a sorte de sair à minha mãe com tanto cabelo. Querem lá ver que eu vou é ainda sair ao meu avó... careca?!

14 comentários:

  1. Ei os the kelly family...

    A mim também caiu imenso cabelo. Andas nervosa? Pode ter influencia

    ResponderEliminar
  2. Ai credo, não li nada, fiquei apenas a olhar para os The Aberration Family! loool
    Mentira amiga, li sim senhora! É normalíssimo nesta altura do ano, portanto aconselho a que tomes um chá de cavalinha. Uma chávena dia-sim dia-não, por exemplo. E o uso de um champo neutro também apoia nesta altura!
    beijinho grande

    ResponderEliminar
  3. Não te preocupes, deve ser da época em que estamos. Nas alturas de meia-estação também noto isso e olha que eu tenho cabelo para dar e vender!! :D Se o problema persistir, então há que avaliar as razões para que isso aconteça! :)*

    ResponderEliminar
  4. Eu daqui a pouco estou careca. Mas diz que é do Outono. Também tenho o cabelo liso, liso, mais liso não há! Mas tenho pouco, muito pouco! Bahhhhhhhhhhhh!

    ResponderEliminar
  5. O meu é fino e tenho pouco...mas ainda tem umas ondazinhas que eu cá adoro :)

    ResponderEliminar
  6. Já tive uma fase dessas. Era por causa de nervosismo. A ti se calhar é por causa da mudança.

    ResponderEliminar
  7. Já o meu é liso, mas é fininho! A queda de cabelo nesta altura é normal, lava o cabelo com champô próprio para queda que ajuda a parar! Bjinhos***

    ResponderEliminar
  8. Bem, não vou concluir dizendo que nesta altura a queda do cabelo é normal :p Acho que já sabes...

    Vim deixar-te um desafio: http://apontamentosdeluz.blogspot.pt/2012/09/live-sincronicidades.html

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Pode ser sistema nervoso, hormonas, etc... Eu tive duas situações dessas em que me caiu imenso cabelo, uma delas perdi cerca de 75% dele, foi após o parto.
    Se achas que é mesmo excessivo e não acalma, o melhor é falars com um profissional de saude!

    ResponderEliminar
  10. The Kelly Family..já nem me lembrava dele!!
    Olha eu nesta altura do ano cai-me sempre imenso, como está comprido para ainda mais...em alturas que ando muito stressada a queda de cabelo ainda se acentua mais!!

    ResponderEliminar
  11. Junta-te ao clube amiga :)
    Esta altura é enervante.
    Tanto cabelinho desperdiçado, meu deus!!!
    Agora saiu um serum fortificante anti-queda da Klorane. Estou a pensar comprar.

    beijoquinhas grandes

    ResponderEliminar
  12. A mim tb me anda a cair muito cabelo.

    ResponderEliminar
  13. Uma forte cabeleira não se vai assim ;)

    ResponderEliminar
  14. Olhó Mau Feitio: yep, a minha cabeleireira disse que era do stress, porque eu já ando com esta queda há algum tempo... mas agora está um pc pior... ba!

    Tsuri: obrigada querida Tsurinha! Vou ver se arranjo esse chá por aqui, tenho de ver como se diz em inglês, desconfio que não se chamará little female horse tea lolol beijinhos!***

    menina lamparina: é o do stress, porque nunca tive uma queda tão acentuada como tenho tido... :/

    Ovelha Flor Guerreira: o meu já foi mais liso, mas felizmente ainda vou tendo bastante cabelo... por agora!

    OrquideaBranca*: o meu agora vai tendo uns jeitinhos muito disfarçados, mas nada de especial :P

    Inês de Sousa: yep, acho que sim... :(

    Jovem $0nhador@: o problema é que aqui ainda não encontrei champôs anti-queda... tenho mesmo de ir a uma farmácia farmácia!

    Poppy: pois, mas não é só da altura do ano! Bem querida Poppy, obrigada pelo desafio! Logo que consiga, faço-o! :D

    Quélih: 75%? WOOOOOOOOOOOW! Pois, vou ver se isto melhora, senão já tinha pensado mesmo nisso...

    Maria Pitufa: pois, receio que seja mesmo do stress! :/

    Suely: oh amiga, o problema é que aqui ainda não vi Klorane à venda... bahhhhh beijo grande***

    Cátia: que coisa pa... pareço uma árvore de folha caduca! :P

    Noa: lol espero bem que não! :D

    ResponderEliminar

Gambuzinem