quarta-feira, novembro 28, 2012

Admitir culpas

Se há coisa que me deixa incrivelmente perplexa é como há certas pessoas que nunca são capazes de se responsabilizarem pelos seus actos. Arranjam sempre desculpas. Porque não foram eles que começaram, porque não foram eles que acabaram, porque estava mesmo à mão, porque era um desperdício não aproveitar, porque aconteceu aquilo, porque foi o outro, porque isto ou porque aquilo. Há quem diga, numa tentativa de lavar as mãos e para que a culpa acabe por morrer sozinha, que "a ocasião faz o ladrão", mas não é a ocasião que rouba. É o ladrão.

Eu sei que é difícil admitir a culpa, em qual situação seja. É difícil dizer "fui eu que fiz isto mal", ou "foi por minha causa que isso aconteceu". Mas para mim é bem pior ficar com a consciência pesada. No entanto, começo a acreditar que as pessoas têm cada vez menos consciência dos seus próprios actos, decisões e pensamentos - talvez seja por isso que tanto lhes custe a admitir quando são culpados/causadores de algo que corre mal ou menos bem.
É verdade que todos nós erramos, porque ninguém é perfeito. Mas não devemos usar isto como desculpa esfarrapada dos erros. Devemos ser responsáveis pelos nossos actos, e pelas suas consequências. Pode não ser fácil, mas pelo menos é o mais correcto.



18 comentários:

  1. Exatamente. E quando se magoa mt o outro deve-se pedir perdão, coisa que nunca ouvi nem tenho esperança de ouvir. Só sei que a dor continua e a outra pessoa está bem, como se nada se tivesse passado....

    ResponderEliminar
  2. Eu admito sempre quando tenho culpa...digo logo "desculpa isto", "Desculpa aquilo", "desculpa a parvoice", "desculpa ser parva..."

    :)

    ResponderEliminar
  3. Ohh a imagem está maravilhosa :D Sim, é dificil admitir a culpa, mas tem que ser :P

    ResponderEliminar
  4. é muito difícil admitir culpas, mas eu prefiro dormir com a almofada da consciência bem leve.

    ResponderEliminar
  5. Concordo! Mas por vezes é difícil admitir o erro por isso é que isso acontece! Bjinhos***

    ResponderEliminar
  6. Sofro muito disso (com o filho que tenho) mas acredito que conseguirem, com empenho transformá-lo numa pessoa melhor, mais honesta, além disso é ainda uma criança

    ResponderEliminar
  7. Adorei a foto, fofissima! Então a nível profissional faz-se carreira a atirar as culpas para cima do outros (hoje acho que podia fazer um post enorme sobre o assunto). Também não entendo, quer dizer, a gente sabe que custa assumir que errou mas a mim custa-me muito mais não o fazer e ver outra pessoa a sofrer com isso

    ResponderEliminar
  8. Não posso deixar de dar os parabéns à "Diário de uma mãe solteira" por enfrentar esse traço no filho e querer que seja diferente. Com algumas atitudes que se vêem por aí de pais que desculpam os maiores absurdos, ouvir isto é uma brisa de ar fresco :)))

    ResponderEliminar
  9. A imagem depois do texto está um must! xD É verdade. São precisas várias características - que faltam a muitas pessoas - para admitir os próprios erros.

    ResponderEliminar
  10. adorei a foto:)
    a isso chama-se falta de maturidade. por mais dificil que possa ser admitir um erro é só admitir a nossa humanidade. felizmente ninguém é perfeito!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Ora nem mais....

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. acho que isso acontece principalmente por falta de humildade. é muito comum nos dias de hoje...

    ResponderEliminar
  13. Verdade! E só custa fazer isso a 1ª vez, depois não há escrúpulos, não há sentimentos de culpa, não há nada que faça parar essas pessoas... :)

    ResponderEliminar
  14. Nao podia concordar mais.A minha consciencia e bem mais importante.

    ResponderEliminar
  15. Hoje comecei o dia com um problema mais ou menos desse género.
    Não sou nenhuma santa e muito menos perfeita, mas fui bem educadinha pelos meus pais e coisas assim desse género dão volta à barriga. Não gosto de coisas mal feitas e muito menos de espertinhos.
    Desculpa o desabafo, mas tou que nem posso, com uma vontade gigantesca de bater em alguém!

    ResponderEliminar
  16. Acho que custa a toda gente, mas percebo o que dizes. Há pessoas que nem se apercebem que erraram. E assim nunca vão poder fazer certo.

    ResponderEliminar
  17. Ovelha Flor Guerreira: é difícil, umas vezes mais que outras, mas é o mais correcto a fazer :)

    Dia - a - dia: xiii, outra palavra muito em desuso, hoje em dia, "perdão"...

    OrquideaBranca*: eu também faço isso :)

    ádescávir: a imagem é fofinha! sim, por vezes é difícil, mas há coisas piores :P

    pastora: eu sou assim, gosto de dormir em paz :)

    Jovem $0nhador@: sim, é verdade. Mas já vi casos em que a pessoa não admite a culpa e outros é que levam por tabela injustamente. Eu não era capaz de fazer isto :/

    Diario de uma mae solteira: e isso é de louvar! Parabéns! :)

    Dúvidas e Certezas: é mesmo isso!

    Cat: é verdade :/

    Ana: também seria uma seca se fossemos todos perfeitos eheheh

    Cê: :)

    Hermione: é verdade!

    Gaja Maria: e o exemplo perfeito é Portugal. Onde tudo acontece e onde a culpa morre sempre sozinha!

    Guinhas: a minha também!

    trintona: claro, eu também tenho os meus defeitos e muitas vezes me custa a dar o braço a torcer. Mas é bem melhor dormir de consciência limpa!

    Ana FVP: é mesmo isso, muitas vezes o mal passa por as pessoas nem sequer se aperceberem que erraram!

    ResponderEliminar

Gambuzinem