terça-feira, novembro 27, 2012

Sádicos

Li há uns dias um artigo sobre várias empresas que vão abrir vagas para o próximo ano e que procuram pessoas com certos requisitos. Muitas dessas empresas (apesar de nem todas divulgarem isso no tal artigo) são conhecidas por terem horários de trabalho completamente alucinantes, sendo necessário ter de se fazer regularmente noitadas ou até mesmo directas e trabalhar aos fins-de-semana e feriados mesmo em empregos cujo horário de trabalho é de segunda a sexta. E, ao mesmo tempo, muitas dessas empresas dizem valorizar e apreciar quando lêem nos currículos dos candidatos que estes gostam de praticar actividades desportivas, viajar, ou de outro tipo de hobbies.

Ou seja, estas empresas tendem a escolher pessoas que gostam de ter actividades para além do trabalho para depois vê-las mergulhar com afinco apenas e unicamente nas suas funções e deixar de ter tempo para a sua vida pessoal. Isto, minha gente, é puro sadismo.


16 comentários:

  1. Infelizmente neste país é assim que se trabalha! Ou não se trabalha de todo...

    ResponderEliminar
  2. ahahaha eu já trabalhei numa empresa dessas e em que prezaram no meu CV saber que tenho muitas actividades fora. O resultado? 14 horas de trabalho diário, 6 dias por semana por um vencimento humilhante. E sim, morri por dentro naquele tempo.
    Para essa gente que se acha líder tenho uma coisinha a dizer:
    IN MY ASS!


    Pronto, já passou:X
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Realmente, agora nós vai ser so trabalhar, trabalhar e trabalhar e "mai nada!"

    Boa terça :)

    ResponderEliminar
  4. Nunca me aconteceu mas é uma situação da qual quero fugir a sete pés. Beijocas.

    ResponderEliminar
  5. É complicado conseguir ter actividades extra quando o trabalho nos suga todas as horas livres e energia. Mas enfim, isto está tão complicado que muita gente é obrigada a aceitar esse tipo de horários sádicos.

    ResponderEliminar
  6. Pois. Realmente são mesmo sádicos.
    Mas hoje em dia somos quase que obrigados a aceitar esse gênero de trabalho pois com o desemprego que há em Portugal qualquer oportunidade serve. Infelizmente. :(

    ResponderEliminar
  7. Querida Karina, e falando em tempo para a nossa vida pessoal: já te inscreveste na Árvore de Natal da Blogosfera? Olha que é tão simples, solidário e ficas já com um presente de Natal para ofertares, ou para ti! :)
    Vem daí!!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. a escola onde trabalho é um bocadinho assim...como o diretor não tem filhos pensa que os demais também não devem d "perder" grande tempo com quem gostamos, já para não falar em atividades.é o "trabalho com trabalho se paga"
    bj

    ResponderEliminar
  9. Realmente, que incoerência.

    Big Kisses

    ResponderEliminar
  10. São essas coisas que não se percebem. Para esses trabalhos ao menos escolham pessoas sem vida. Quem me tira o desporto tira-me tudo. Se uma lesão já está a ser dor de cabeça suficiente nem quero imaginar se me visse privada por ter que trabalhar a toda a hora

    ResponderEliminar
  11. Realmente não dá para entender, sinceramente!

    ResponderEliminar
  12. É triste. Mas, infelizmente, neste país se não te quiseres sujeitar a uma coisa dessas, virá outra pessoa para ocupar o lugar nas mesmas condições :/

    ResponderEliminar

Gambuzinem