quinta-feira, dezembro 27, 2012

Factos #1 e #2

1# Não é por andarem sempre a insistir para eu pegar e andar com bebés ao colo que vou mudar de opinião sobre a minha vontade à não incursão no mundo da maternidade. Continuo a dizer que o melhor do mundo são as crianças, mas as dos outros.

2# Não consigo, nem sequer sei muito bem falar bebês, que é como quem diz, falar a bebé para bebé. Tornar a voz fininha e dizer coisas em tom de canção "cutxi cutxi, quem é o bebé mai'lindo? Quem vaiiiii agoraaaa papar?????! Óhhhhhh deu agora um pumzinhoooooo!"

É óbvio que não falo com um bebé como falo com um adulto. Mas para além de me sentir ridícula a falar daquela maneira, a verdade é que não vejo quaisquer vantagens com isso. Uma coisa é adaptar a conversa para bebés - evitar, por exemplo, discutir a teoria das cordas - outra coisa é falar como se se fosse outro bebé.

18 comentários:

  1. hihihi tens razão, cada um tem o seu ritmo e o teu ainda não deu sinal, não tem mal nenhum. De qualquer forma não precisas de falar á bebé isso é uma parvoice. Eu tenho 2 filhas e nunca fiz isso.

    Bjos

    Maggie

    ResponderEliminar
  2. Tal e qual! Adoro o meu afilhado e os irmãos mas é mesmo porque são filhos da minha prima :D

    ResponderEliminar
  3. Ter, ou não, filhos é uma questão muito pessoal. Eu nunca quis ter filhos e, devido a alguns problemas de saúde, não penso mudar de ideias. Mas acho piada às pessoas que acham que eu irei mudar de ideias e insistem... Não tarda estou na menopausa e ainda há gente que acha que eu vou ter filhos! :-)

    ResponderEliminar
  4. Olha eu falo para os bebes e criançada no geral como falo para os adultos, com um tom de voz normal, eu também não sei falar bebês, pego neles ao colo e tal mas sem grande manifestos porque realmente não sei o que fazer...no entanto, os miúdos gostam todos de mim, andam sempre atrás de mim...vai-se lá saber porquê!!!

    ResponderEliminar
  5. Eu sou da opinião que não se deve tratar as crianças como atrasados mentais e tento falar com eles o mais normal possivel.
    Claro que tenho mais cuidado com o que me sai pela boca, mas não há cutchi-cutchis e coisas do género!

    ResponderEliminar
  6. eheh eu por acaso adoro bebés e se tivesses com uma vida estável não me importava de ter um, mas até lá faltam uns aninhos! Até gosto de falar à bebé!

    ResponderEliminar
  7. Eu já não posso ouvir essa pergunta. Nunca pensei em ter filhos e não é por ver as minhas primas e amigas a terem que eu fico com vontade!
    Adoro crianças mas querer ter é outra conversa. Sou nova, não sei se irei ter filhos nos próximos anos, daqui a uma ou duas decadas, não sei, só sei que não é por pressionarem que vá parir algum. LOL.

    Bjokas

    ResponderEliminar
  8. Sinceramente atirem-me pedras já mas eu não sou apaixonada por crianças, quer dizer não as detesto mas dispenso, isto é não tenho jeito nem paciência para lidar com crianças, e não também não penso em ter filhos. Chamem-me louca, mas não tenho o mínimo desejo de os ter. E não me sinto menos mulher por isso nem nada do género.

    ResponderEliminar
  9. Sinceramente acho que é uma decisão só tua e ninguém a poderá tomar por ti. Terás se os quiseres, quando chegar o momento.

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  11. Podes ficar descansadita, miga, eu também não tenho esse "dom", no entanto, e tu sabes, sempre me entendi às mil maravilhas com a minha princesa ;)
    Se tiver que ser será, se não, tudo bem na mesma...nem todas temos que querer ser mães...mas ninguém sabe se um dia não sentirás essa vontade...isso só tu saberás...but não me importava de voltar a ser titi :P

    P.S. quanto mais pressionarem, pior! ;)

    ResponderEliminar
  12. como te entendo, apoio este post a 200%, ohhhhhh yeah

    ResponderEliminar
  13. sofro do mesmo mal, a minha irmã ainda é a única que me entende e nem tenta que eu me dê com o meu sobrinho, diz que o meu problema é falar para as crianças como falo para os adultos, posto isto sei que daqui a uns dois anos ou mas vamos dar-nos muito bem (ele tem quase 4 anos).
    os cutxi cutxi deixo para os cães

    ResponderEliminar
  14. Maggie: não sei porque é que insistem nisso... mas pronto! :P

    Palco do tempo: :))))))

    Noa: pois, eu não me importo nada de ser tia :D

    GATA: eu até posso vir a mudar de ideias, não digo que não... mas quanto mais insistem, pior... até parece que não me conhecem!

    Ana: lololol mas acho que isso é normal, conheço pessoas assim e que as crianças gostam muito... talvez seja por não se falar como se fossem bebés!

    trintona: ora nem mais!!! concordo contigo!

    PinUp Me: obrigada :)

    Jovem $0nhador@: lol pois, não é uma coisa que ambicione... até pode vir a ser, mas por agora, não :)

    *C*inderela: exactamente!!!

    Sílvia: olha, eu sou assim... comigo, insistem para eu pegar nos miúdos, eu acabo por pegar e fico "então... e agora? O que faço?"... Não sei se alguma vez hei-de querer, mas também não me sinto menos mulher caso nunca venha a ter filhos...

    A Bomboca Mais Gostosa: infelizmente as pessoas devem achar o contrário... caneco!

    ccm: I know babe! E é como dizes: quanto mais pressão fizerem, pior!

    Vânia: ahahahahah eu sei! :P

    Ana: mas eu acho em que se fale com as crianças como se falam com os adultos... mas pronto, são opiniões! Eu também deixo os cutxi cutxi para os cães (e gatos) :P

    ResponderEliminar
  15. Como te entendo..este post podia ter sido escrito por mim!!

    ResponderEliminar
  16. Guinhas: é que as pessoas não percebem que isto tudo só me deixa frustrada... nada mais que frustrada!

    ResponderEliminar

Gambuzinem