segunda-feira, agosto 05, 2013

A vingança - Karina contra-ataca!

Lembram-se deste e deste posts, da minha partida ao Gambuzino e a sua vingança do pijama? Eu disse na altura que haveria de me vingar mas não podia agir de cabeça fria. Não, nem pensar, estas coisas tem de ser bem pensadas e não podem ser feitas à trambalazana e de qualquer maneira. Por isso, deixei a coisa assentar e cair no esquecimento. O Gambuzino, esse, andou os primeiros dias aterrorizado com medo. Chegava a casa e a primeira coisa que perguntava era se eu já tinha a vingança preparada, e se era nesse dia que tudo iria suceder. Não, é claro que não. Mesmo que fosse, eu não diria. Mas é claro que nunca iria fazer algo que fosse quando ele estivesse à espera. De forma alguma, esse não é o meu modus operandi.
A minha vingança foi tão calculista, precisa e metódica quanto um alquimista que transforma chumbo em ouro. E com algo tão clássico que até pode ser considerado num pequeno cliché. Não
faz mal, funcionou na perfeição e isso era o meu principal (ou único) objectivo.

Portanto, desde cedo eu decidi qual seria a minha partida. Como já disse, deixei as águas acalmarem, ao ponto de eu vir para Portugal sem realizar a minha partida. A pressa é inimiga da perfeição e eu estaria disposta a esperar todo o tempo do mundo que fosse preciso para o momento ideal. E esse momento chegou na semana passada.

Estávamos a jantar em casa dos meus pais, no quintal quando, depois um belo manjar, ele diz que precisava de um café. Na minha cabeça soou imediatamente o alarme de aviso "É agora! É agora!". O momento e local eram perfeitos para proceder à minha tão esperada vingança.

- Deixa-te estar, eu faço, também estou a precisar - digo eu.
- Oh, obrigado, a sério... mal me consigo levantar!

Entro na cozinha, faço o café e pergunto-lhe quantas colheres de açúcar ele quer. Uma, responde ele.
E eu pego na colher de açúcar, enfio no açucareiro e apenas faço o barulho como se estivesse a encher a colher com o açúcar que restava ao fundo do recipiente. Ao mesmo tempo, agarro no saleiro e despejo uma boa quantidade de sal para dentro da chávena. Mexo aquilo muito bem e, com o dedo mindinho, mergulho-o no café para o provar. Super salgado é pouco para descrever.

Vou até ao quintal, dou-lhe a chávena e digo que vou tirar o meu. E vou, num passo algo acelerado e a tentar disfarçar o meu riso, para dentro da cozinha onde espreito atentamente.

Ele mexe mais um pouco o café enquanto continua a conversar com a minha mãe. Tira a colher de dentro da chávena, toca duas vezes no seu rebordo para atirar os pingos de café que ainda estivessem na colher e pousa-a no pires.

Aquela espera parece-me ser uma eternidade.

E assim, vejo-o a levar a chávena à boca, em câmara lenta. A minha mãe, que era minha cúmplice de crime nesta partida - visto que não só sabia de tudo como ainda deu uma ajudinha - contorce-se um pouco. Eu continuo à espreita quando vejo tudo a acontecer.

Quando ele finalmente encosta a chávena aos lábios e sente o café a invadir a sua boca como uma onda de mar revolta que destrói tudo o que apareça à sua frente, fecha os olhos, abana a cabeça e cospe tudo, de uma só vez para cima da mesa. A minha vingança é efectuada na maior das perfeições!
Após isto, seguiram-se muitas risotas, gargalhas, gritos de vitória e de guerra. E um novo café, desta vez com açúcar.

14 comentários:

  1. Que mazinha! Estás a contribuir para o colesterol!

    ResponderEliminar
  2. xD oh boa boa :P estava sempre à espera para ver que lhe ias fazer xD bom, agora resta ele vingar-se também xD aposto que não te vai deixar a rir!!!

    ResponderEliminar
  3. Ahahah e a vingança serve-se fria, neste caso, salgada. ;))


    bjs

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que ele não cuspiu para cima da tua mãe, porque a ultima vez que me fizeram uma dessas foi o que aconteceu...
    A unica diferença é que a outra pessoa não tinha nada a ver com a brincadeira... Mas também se fartou de rir...

    ResponderEliminar
  5. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!! Brilhante, brilhante!!! :D

    ResponderEliminar
  6. Ahahahaha. O que será que ele te vai fazer a ti agora? Fica atenta. ;)

    ResponderEliminar
  7. Lol. Vingança perfeita. Muito bom :)

    ResponderEliminar
  8. Quando menos se espera...eis que acontece!

    ResponderEliminar
  9. LOL! Fantástico ;D
    Tenho é a impressão que ele não se vai ficar, tens que ficar atenta!!!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. ahahahah, és terríiiiiiiivel!! Mas foi uma bela partida, agora põe-te a pau :P

    ResponderEliminar
  11. Não podem ficar sempre a ganhar! Agora era a tua vez e foi perfeita ahaha :)

    ResponderEliminar

Gambuzinem