quinta-feira, setembro 26, 2013

Em negação

Ainda não acredito que após dois meses inteirinhos a calçar sandálias (ou na maior das loucuras, sabrinas) em que os pés tinham todo o espaço e liberdade para poder mover os dedos à vontade, ou se não tinham tanto espaço quanto isso tinham pelo menos com um sistema de ventilação apropriado, eles [os pés, coitaditos] tenham agora de ficar confinados ao espaço apertado, claustrofóbico e pouco ou nada arejado das botas. Assim, de um dia para o outro e sem qualquer tipo de preparação física e mental. Isto pessoal, é duro. Muito duro.


13 comentários:

  1. coitados! Dá-lhes mimo e ar (debaixo de uma torneira com água quentinha, claro!) :D

    ResponderEliminar
  2. Vida difícil a de ser pé, hein? :)

    ResponderEliminar
  3. Olha eu hoje vim de sabrinas e estou com o mesmo problema. Que sofrimento, só me apetec descalçar bahhhhh

    ResponderEliminar
  4. Dois meses??? Eu calço sandálias pelo menos há 4!!

    ResponderEliminar
  5. Ahahah! Realmente isso é um trauma gigante! :P
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Pelos vistos por cá acontece o mesmo! eu ainda tenho as botas todas guardadas, nem sei como é que vou trabalhar amanhã... :/

    ResponderEliminar
  7. Por acaso já tinha saudades das botas! Mas é estranho como ainda no inicio da semana estava de sandálias e t-shirt e hoje de botas e casaco! Eheheh

    Beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Por aqui passou-se mais ou meos o mesmo. E as saudades que os meus pés já teem dos chinelos e das sandálias. :(


    bjs

    ResponderEliminar
  9. Por falar em botas tenho de comprar umas!

    ResponderEliminar

Gambuzinem