quarta-feira, outubro 09, 2013

Aqui, o tempo leva o seu tempo


É mais lento, mais demorado, mais preguiçoso. Aqui, os minutos tornam-se em longas horas. O porquê ao certo disto acontecer não sei bem. Talvez seja uma questão meramente física e Einsteiniana, talvez seja o próprio ritmo da cidade que, aparentemente não sendo mais lento, tenha de se adequar a outros horários muito diferentes dos nossos, em que tudo fecha bem mais cedo que em Portugal, ou talvez seja isto tudo relacionado com o facto de ser uma cidade plana em que conseguimos ir para todo o lado a pé sem grandes queixumes (da minha parte, claro).
O certo é: habitualmente, às oito da noite, estamos a acabar de jantar ou estamos mesmo com o jantar já no bucho e a cozinha arrumada. Durante o dia, faz-se tudo o que se tem a fazer e sem se deixar nada ou quase nada para o dia seguinte. Aqui, sobra tempo como se fosse uma esmola caridosa e várias vezes foram aquelas em que ficámos sem saber muito bem o que fazer a essa esmola - eu, pelo menos, que ainda não estou totalmente esquecida do ritmo alucinante que levava em Lisboa, em que chegar a casa às oito da noite era basicamente um luxo. Não quero dizer com isto que seja sempre assim, que nunca ficamos sem tempo, que não há dias em que parecem uma bala disparada a passar. Também os há, mas para além de não serem tão comuns, são encarados de outra forma, mais relaxada, mais despreocupada.
Aqui o tempo leva o seu tempo e há tempo para (quase) tudo. Não é mau - antes pelo contrário - é apenas diferente ao que estava habituada.

14 comentários:

  1. Neste momento sinto-me profundamente invejosa. O que será que Lisboa faz às pessoas caramba?
    O que eu não dava por fins de dia tranquilos e com tempo!

    ResponderEliminar
  2. Gostava de experimentar. Estou cansada de ver o tempo a passar mais depressa do que eu o consigo acompanhar.

    ResponderEliminar
  3. Os ritmos são diferentes. Por vezes deveriamos ter esse ritmo lento por aqui. Pois a maior parte das vezes nem o fim de semana se consegue abrandar.

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Percebo-te e tenho saudades de alguns tempos que vivi em Londres :)

    ResponderEliminar
  5. Que bom :) Tenho uma certa inveja disso, sinto que o tempo me escasseia sempre e irrita-me ter os minutos contados. Mas também tenho de ser sincera, acho que nunca soube viver com tempo a mais, também é preciso fazer uma adaptação ao ritmo mais tranquilo.

    ResponderEliminar
  6. é um luxo, uma grande sorte...porque não acontece isso em Lisboa? As pessoas parecem loucas a correr de um lado para o outro... isso é algo bom, muito bom, aproveita enquanto dura :)

    ResponderEliminar
  7. Gostava de sentir um pouco isso. Às vezes parece que os minutos voam e não aproveitamos o tempo como deve ser. Acho que tem um pouco a ver com a gestão que se faz dele. Talvez 'a cidade' em si, e as pessoas de tão habituadas a esse ritmo, sejam mais organizadas e, por isso, dá para fazer tudo.

    ResponderEliminar
  8. Curioso como, em diferentes locais, uma pessoa vive de forma tão diferente :) Sinto isso também! E em relação ao ballet, nunca é tarde para aprender: a minha nova "turma" tem desde raparigas de 20 a senhoras de 60!

    ResponderEliminar
  9. Era bom que cá o tempo levasse o seu tempo.

    ResponderEliminar
  10. Apesar de ter uma vida bastante ocupada aqui na Suíça, também sinto isso que dizes e parece que os meus dias têm mais horas do que em Portugal. Ainda não estou instalada definitivamente, e ajuda não ter famílias a quem visitar nem amigos com quem combinar coisas (já conheço algumas pessoas, mas é diferente!), mas into que aqui consigo chegar a todo o lado e fazer o que é preciso sem pressas!

    ResponderEliminar
  11. Hello linda!!!! :D ***
    Pois é realmente outro ritmo. Neste momento são 22:25h e acabei de jantar (estive a navegar na Internet enquanto jantava). Agora vou arrumar a loiça na máquina e preparar o meu dia de trabalho para amanhã. Hoje ainda não era 8h e já estava em Lisboa, quando cheguei a casa, de certeza já tinhas jantado e arrumado a cozinha...é outro ritmo de vida sem dúvida. Miga tenho saudades tuas. Uma grande bjca :) *****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

    ResponderEliminar
  12. Sim, realmente isso é verdade...
    Sabes o que me disseram uma vez? Que quando estamos com quem gostamos uma hora passa a correr, quando estamos com quem não nos diz nada essa mesma hora parece uma eternidade! Se calhar o facto de estares mais sozinha aí (apesar de teres o Gambuzino) faz com que o tempo pareça mais do que na realidade é! :P
    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  13. por um lado deve ser óptimo.. teres tempo para tudo e não teres de andar sempre a correr.. precisava de uns dias assim..

    kisses***

    ResponderEliminar

Gambuzinem