quinta-feira, outubro 03, 2013

La siesta

Durante este último Verão descobri o poder milagroso das sestas após o almoço. Eu, que não sou nada dorminhoca - não tenho sequer o hábito nem a necessidade de dormir as oito horas diárias à noite - depois dessas sestas sentia-me como se tivesse nascido outra vez e pronta para enfrentar o resto do dia, coisa que nem cinco cafés intensos às vezes conseguem. Bastavam 15 minutos, vinte no máximo, não era preciso mais que isso.
Infelizmente, isto não é coisa que consiga fazer todos os dias mas que bem que sabia, sabia. Então aqui, que este tempo branco/cinzento/nublado dá uma soneira desgraçada. Os espanhóis é que têm razão: una siesta por dia, e non sabes lo bem que te fazia! *para ler à portunhol, faxavô.

7 comentários:

  1. Eu cá evito dormir sestas. Acordo cheia de tonturas e mal disposta da barriga. Sestas não é para mim!

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo...ADOOORO dormir a sesta... é milagroso! Lá está só pode é ser uns minutos se durmo demais acordo com uma neurose, deus me livre!!

    ResponderEliminar
  3. Não gosto de sestas porque acordo sempre mal disposta. :(


    bjs

    ResponderEliminar
  4. A mim só me apetece dormir a sesta quando não pode mesmo ser... amanhã é sábado e tenho aulas das 8.30 às 15.30 e já sei que me apetece sempre imenso dormir depois da sandocha típica do almoço, mas nunca pode ser...
    Nos dias em que até tenho tempo nunca me lembro ou nunca me apetece, mas é uma estupidez, porque sei que também me sinto revigorada e com mais energia..ou então não ;)!

    ResponderEliminar
  5. Eu por mais que tente não consigo dormir de dia...

    ResponderEliminar

Gambuzinem