quarta-feira, novembro 27, 2013

The Counselor


Bem, vamos lá por partes. O filme é interessante. As personagens estão incrivelmente bem estruturadas e ainda melhor interpretadas - pudera, com o elenco que tem, Michael Fassbender, Javier Bardem, Brad Pitt, Cameron Diaz e Penélope Cruz, seria um fiasco se se lembrassem de serem todos maus actores ao mesmo tempo. Gostei - ao contrário de grande parte das críticas, pelo que tenho reparado - do facto de, durante o filme praticamente inteiro, nunca se saber muito bem os "onde, quando, porquê, como". Vai-se percebendo, não é algo que se sabe imediatamente. Gostei de, como um "simples" pormenor desencadeia todo um rolar de acções.
O grande problema deste filme, para mim, é ter diálogos demasiado longos e que, várias as vezes, se tornam sem interesse. Da mesma forma, também há cenas que a meu ver são irrelevantes.

Segundo o IMDB, The Counselor tem uma avaliação de 5,9 em 10. Eu cá acho que é uma nota demasiado baixa para o filme que é. Mas isso sou eu. Eu dava à vontade um 7,5. Até porque há outros factores que enaltecem este filme: a banda sonora (brilhante), a fotografia, a própria realização (não é o meu filme preferido de Ridley Scott, mas não deixa de ser um filme deste senhor o que, só por isso, dá-lhe algum valor!)

Para além disso, tem uma das cenas mais hilariantes/estranhas/excêntricas/totalmente-diferentes-daquilo-que-já-vimos de sexo da história do cinema.

Talvez não seja o típico filme para massas, mas não deixa de ter o seu interesse. Pelo menos para mim porque pelo que tenho visto, devo ser das poucas pessoas que achou alguma piada (não uma obra-prima, mas com alguma piada) a este filme.

4 comentários:

  1. Também vi este fds, e fiquei desiludida. Concordo que tem alguns aspectos bastante interessantes, mas tem diálogos completamente despropositados, e longos como dizes, e acaba por fazer pouco sentido no seu conjunto. Esperava muito mais...

    ResponderEliminar

Gambuzinem