quarta-feira, novembro 20, 2013

Viajar na maionese


Um dos meus maiores sonhos é dar a volta ao mundo. Pegar numa mochila com alguma roupa, bens essenciais, na máquina fotográfica e partir à descoberta. Por isso, sempre que vem à baila a tão comum e típica conversa do "e o que tu farias se ganhasses o euromilhões?" eu respondo sempre: não esbanjava em grandes coisas, pagava o meu apartamento - não, não compraria outra casa maior como uma vivenda com um jardim enorme de perder vista -, punha o dinheiro a render, vivia dos seus rendimentos e ala que se faz tarde. Iria viajar. Começava no Sudoeste Asiático, e acabava em África, mais propriamente na África-do-Sul (gosto da ironia inerente a esta ideia, acabar uma viagem destas onde nasci). Gosto, igualmente, da ideia de ficar instalada em cada paragem durante algumas semanas e fazer voluntariado ou algo parecido que me proporcionasse a adaptação, integração e aprendizagem cultural. E, é claro, para certos sítios onde sei que os meus pais gostariam de (re)visitar e/ou conhecer, pagaria-lhes a viagem para irem ter comigo e matar as saudades - como alguém disse há uns dias "Karina... podes ter alma de viajante, mas nunca te esqueces do Natal em família". E bolas, estamos a falar do euromilhões, só os rendimentos dariam para isto e muito mais.
No final da viagem, quando regressasse a casa, apoiaria algumas instituições de apoio aos animais. E pronto, poderia comprar um Mini Cooper S. De qualquer cor, que eu não sou esquisita.

E vocês? O que fariam com o Euromilhões?

19 comentários:

  1. Ainda há pouco tempo fiz o mesmo exercício com a minha mãe! Viajar estava praticamente no topo. :)

    ResponderEliminar
  2. Isso é um excelente destino a dar ao prémio do euromilhões.
    Eu também gostava de viajar, conhecer o mundo, não digo todo, mas aqueles sítios que me parecem mais interessantes.

    ResponderEliminar
  3. Comprava-te uma passagem para Frankfurt! ;-)

    ResponderEliminar
  4. Ainda no outro dia li/ouvi (ou algo do género) que alguém queria fazer uma viagem de 365 dias, e eu pensei, se me saísse o euro milhões, nem conseguia fazer nada cá com o dinheiro, pois mal me saísse já estava com a mochila às costas para zarpar daqui para fora...a única coisa que fazia era ir ter com o meu pai, dar-lhe dinheiro suficiente para orientar a sua vida e punha-me a andar daqui para fora, depois de ver e viver tudo aquilo que quisesse, voltava ao meu país e investia assim numa mega quinta, quinta essa que teria como objectivo albergar todos os animais abandonados que andam por aí :) são os principais sonhos, ah! e claro nunca mais trabalhar na vida! :) passear, ajudar os outros, conhecer sítios novos, comprar roupas, máquinas fotográficas, sapatos e relógios, coisas assim... :)

    ResponderEliminar
  5. Viajar, sem dúvida que faria parte da lista. O resto seria paisagem

    ResponderEliminar
  6. Orientava a vida da família, punha o dinheiro a render e ia viajar, tal como tu comprava um mini cooper s(que é só o carro mais foofinhoo de sempre) e ajudava instituições de animais abandonados.

    ResponderEliminar
  7. Ia viajar sem dúvida. Devia ser aquilo em que gastaria mais dinheiro.
    Claro, compraria casa e carro e abriria o meu negócio, mas viajar estava no topo =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Com o euromilhões?
    Deixava a família toda bem e depois passaporte na mão, mochila, espírito aventureiro, guias turísticos e bilhetes de avião para dar a volta ao mundo. Ia direitinho à Tailândia, Laos, Vietname, Austrália e Nova Zelândia... e depois via-se! :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Eu também ia contigo viajar, mas enquanto fazias voluntariado em ficava a curtir uma esplanada, uma prainha ou um sessão de compras que eu nasci foi para dondoca!

    ResponderEliminar
  10. Pagava a o empréstimo da casa dos meus pai, ajudava o resto da família, comprava um carro e talvez um apartamento para mim (nada de muito extravagante), e sem dúvida, tal como tu, iria viajar :D

    ResponderEliminar
  11. Ía conhecer o mundo e ajudar instituições de crianças e animais!

    ResponderEliminar
  12. Olha eu ajudava quem mais precisa, claro que guardava um dinheirinho para mim, para os meus pais e para os meus irmãos... mas sem duvida que dava a alguém que precisasse mesmo... :)
    E viajava, voltava a Orlando, Nova Iorque e ia a São Francisco... Passeava por Itália! Sim, definitivamente Itália! :)

    ResponderEliminar
  13. Eu acho sinceramente que também havia excentricidades que "não compraria". Não comprava um carro ou casa excentrica.Talvez uma casa numa praia a sul, que adoroo. O meu luxo seria largar o trabalho mas fazia como tu. Viajava, conhecia e sem tempo.
    Quando regressasse recomeçava a trabalhar: adorava ter um lar de idosos cheio de boas condiçoes e dinâmicas diferentes e também apoiaria uma associação de animais.

    ResponderEliminar
  14. Eu faria exatamente o mesmo que tu! Quero tanto mas tanto viajar assim, de mala às costas e máquina na mão! :)

    ResponderEliminar
  15. Eu pagaria umas viagens à minha manita e entourage (entre muitas outras coisas que eu também conseguiria suportar só dos rendimentos)

    ResponderEliminar
  16. Faria mais ou menos o mesmo: passar a vida a viajar :P

    ResponderEliminar
  17. XIII! Eu fazia como tu. Pagava a casa, orientava os filhos que já são crescidos e partia a descoberta com maridao... Mas de bike! Era a loucura :)

    ResponderEliminar
  18. Viajava muito, muito mesmo. Comprava carro e talvez uma casa. O restante, punha a render para outras épocas, guardava para os filhos, e ajudava pessoas que precisassem da minha ajuda mas, não daria dinheiro. Transformaria o dinheiro em comida ou outros bens mais importantes que o dinheiro.

    ResponderEliminar

Gambuzinem