quinta-feira, janeiro 16, 2014

Diferenças entre países


A Irlanda em termos tecnológicos não é um país tão avançado quanto isso, principalmente comparando com Portugal que é todo Hi-Tech. Ainda existe muita coisa feita com papel e caneta, sítios onde não há uma máquina a atender-nos mas sim pessoas de carne e osso (até gosto mais assim), e o multibanco só dá, basicamente, para levantar dinheiro e ver o saldo.
Uma das coisas às quais acho mais piada é a forma como se carrega o saldo do telemóvel: a melhor maneira é mesmo ir à loja da operadora ou então a um Spar (loja de conveniência que se encontra em vários sítios da cidade, ou, melhor dizendo, quase em cada esquina). Faz-se o pagamento e eles dão um papel onde vem um código. Com o telemóvel que se quer carregar, telefona-se para um número específico onde há uma gravação do outro lado a indicar-nos para digitar o código que vem no papel de carregamento, insere-se o dito cujo e só depois é que o telemóvel fica carregado. Uma trabalheira comparando com a facilidade que é ir ao multibanco ou pelo banco online.

Para compensar, não há concertação de preços. Diferentes redes de telecomunicações, têm diferentes preços e tarifários, assim como as gasolineiras. Atentem: depois de, durante as minhas férias em Portugal, a operadora da qual sou cliente pedir um valor astronomicamente absurdo para desbloquear o telemóvel, mesmo após 2 anos vinculada sempre à mesma rede, a pagar obrigatoriamente 20€ por mês - com direito a 500 mb de internet -  conseguindo que acabasse por ser desbloqueado de borla apenas porque estou a viver no estrangeiro, chegar aqui e comprar um cartão SIM em que:

- carrega-se com 10€, dos quais 5 são para chamadas e outros 5 são para 1Gb de dados de internet (sim, 5€ para 1 giga inteirinho!);
- pago apenas 1 cêntimo por minuto em chamadas para rede fixa para... Portugal!;
- não pago chamadas nem mensagens para as pessoas que tenham a mesma rede que eu;
- Só preciso de carregar com 10€ por mês;

é só, por assim dizer, uma lufada de ar fresco.

11 comentários:

  1. Não fazia ideia de que era assim! Mas em relação ao telemóvel, compensa mesmo :o

    ResponderEliminar
  2. Uau! Que diferença mesmo! Mas, de facto, é uma trabalheira carregar o telemóvel!

    ResponderEliminar
  3. Por um lado andar de cavalo para burro é mau, mas depois eles terem esses tarifários fantásticos, minha nossa, muito muito bom!

    ResponderEliminar
  4. Pronto, o tarifário já compensa o trabalho que dá carregar o telemóvel! Eu até tive que reler que já cheguei ao meio baralhada ahah

    ResponderEliminar
  5. A minha mãe tentou desbloquear o tlm dela e também era caríssimo e arranjaram-lhe montes de impedimentos!
    E que diferença, fogo!

    ResponderEliminar
  6. de facto a nivel de tarifarios somos muito chulados aqui em Portugal, mas confesso-te que adoro as inumeras possibilidades que o nosso multibanco permite, é muito bom.

    ResponderEliminar
  7. Carregar o telemóvel aí é difícil pá xD

    ResponderEliminar
  8. Esse sistema de carregamento de telemóveis (uma canseira) é igual aqui na Alemanha, creio que a pequena diferença é que se podem comprar os cartões em quase todos os supermercados. Em termos práticos vai dar ao mesmo que explicaste, lá vem um papelinho com um código para activar... e o multibanco também não permite nem metade das funcionalidades que conheço de Portugal. Enfim...

    ResponderEliminar
  9. Portugal supostamente tão evoluido numas coisas e tão atrasadinho noutras.

    ResponderEliminar
  10. Esses preços compensam a falta de tecnologia, mas confesso que me faz muita confusão ter de ir a uma loja carregar o telemóvel. Eu que nem ao MB vou, carrego mesmo pelo MB phone. ;)
    beijinho

    ResponderEliminar

Gambuzinem