sexta-feira, junho 20, 2014

A fama que eu tenho...

Sr. Gambuzino comentava com um amigo nosso que tinha acontecido uma coisa muito engraçada no dia anterior. Amigo primeiro pergunta se envolvia serenatas (private joke). Ao ouvir "não" como resposta, pergunta logo de seguida se eu tinha voltado a esbardalhar-me contra alguma coisa.

E pronto. É a fama que eu tenho.


E não, não voltei a sentir os efeitos nefastos da gravidade.

7 comentários:

  1. Hahah eu percebo a tua dor... xD No outro dia também quis contar uma coisa por mensagens a uma prima e eu "tenho uma coisa para te contar" e ela começou logo a pensar que eu me tinha espalhado à frente de uma multidão, que tinha passado alguma vergonha, feito alguma porcaria assim... Não sei de onde é que ela tira estas ideias, pff... xD

    ResponderEliminar
  2. Pronto, da fama de desastrada já não te livras ;)

    ResponderEliminar
  3. Ao que parece tem a fama e o proveito :-))

    ResponderEliminar
  4. Deixa lá. Para o meu marido eu também tenho essa fama.

    ResponderEliminar
  5. desde que andes com poucas nódoas negras e não te queixes das dores, deixa para lá... eu as vezes acho que não tenho noção do corpo que tenho, que estou sempre a ir contra as ombreiras das portas, pontas das mesas e whatever

    ResponderEliminar
  6. Ahahah!
    Cais mesmo muito ou é só falatório maldoso?
    Um beijinho*

    ResponderEliminar

Gambuzinem