terça-feira, junho 24, 2014

A reacção típica

Sexta-feira à noite, estávamos nós a falar com uma irlandesa que tinha metido conversa connosco numa esplanada, quando, conversa puxa conversa e ela pergunta qual o valor do ordenado mínimo em Portugal. Respondemos que não chegava a 500€.

- Por semana?!, pergunta ela.
- Por mês...
- REALLY?!!!! E o custo de vida?
- É mais ou menos o mesmo que aqui. As casas são ligeiramente mais caras (em relação a Lisboa), mas de resto, não foge muito daqui. Há coisas que cá até são mais baratas.
- REALLY??????????????????? Isso não é sustentável!

Reacção da irlandesa
Esta é a reacção típica sempre que um irlandês fica a saber o valor do ordenado mínimo português. O que não é de estranhar, tendo em conta que, por cá, é cerca de três vezes mais.
Estranho é quando vem algum político português, alemão ou vindo sabe-se lá de onde, a querer comparar o caso Irlandês com o Português, o que não é, de todo, comparável - basta falar no ordenado mínimo, nos impostos baixos para as empresas e nas medidas de apoio à natalidade de cá para arrumar com o assunto.

10 comentários:

  1. Só gente desonesta intelectualmente é que compara o caso português com o irlandês :)

    ResponderEliminar
  2. Aconteceu-me o mesmo quando estive aí. Conversamos com algumas pessoas sobre a nossa situação económica e todos ficaram espantados! Uma senhora esta a dizer que a empregada de limpeza dela ganhava, no mínimo, 9,5€/ hora. Vezes 40 horas, são 380€. Por semana! E é um valor que eles consideram baixo! Um deles estava todo chateado porque queriam baixar o salário mínimo para 400 e tal euros. Por semana!

    ResponderEliminar
  3. REalmente, não pode haver termo de comparação...

    ResponderEliminar
  4. Não temos políticos irlandeses... Com muita pena minha:-((

    ResponderEliminar
  5. Não há comparação possível... E é sempre triste ver as reacções que a nossa triste realidade desencadeia nas pessoas... :/

    ResponderEliminar
  6. Óóó que triste. Acho que vou mudar-me para a Irlanda ;)

    ResponderEliminar
  7. Tive exactamente a mesma conversa com uma alemã que dizia não saber como os portugueses conseguiam sobreviver.

    ResponderEliminar
  8. Eles comparam o que não é comparável, só porque lhes dá jeito. Beijinhos

    ResponderEliminar

Gambuzinem