segunda-feira, junho 23, 2014

Esta ainda não me tinha acontecido

Eu não tenho o hábito de andar a dizer aos quatro ventos que não como carne (e que a tendência é comer cada vez menos peixe). Tampouco tento convencer quem quer que seja a deixar de comer carne - a decisão foi minha, a panca é minha, a causa é minha, não peço a ninguém que me entenda, apenas que me respeite. Mas quando, por exemplo, sou convidada a ir almoçar ou jantar a casa de alguém que não sabe deste meu pequeno pormenor, é algo que convém referir. Como tal, já estou habituada às mais variadas perguntas, desde "mas porquê?", "como é que consegues?", "gosto muito de animais, mas um belo bife eu não consigo dispensar", e a mais comum de todas "onde vais buscar as proteínas?".

Mas no sábado aconteceu algo totalmente inédito.
Estávamos nós em casa de uns amigos, quando um deles comenta que tinha descoberto uma peixaria com alguma variedade de peixe (coisa que não é muito habitual por cá). E, para confirmar, vira-se para a mulher e pergunta: "Querida, que peixe é que há naquela peixaria que nós vimos hoje? É que ela [a apontar para mim], não come carne."

Ao ouvir isto, amigo do amigo - que eu não conhecia -, sem ser preciso dizer rigorosamente nada, olha para mim como se eu fosse completamente chanfrada, com direito a colete de forças e atirada para a solitária de um hospício decrépito.

Reacção do moço, com a pequena diferença de ter sido em câmara lenta

E eu, ao reparar neste olhar quase de pena pela minha insanidade mental profunda e crónica, reforço a sua teoria de "aquela não bate bem da bola" ao responder-lhe na mesma moeda


Foi giro.

8 comentários:

  1. As pessoas e a triste mania de se meterem nas opções dos outros.

    ResponderEliminar
  2. hihihihih demais! Eu não como lacticineos (de nenhum tipo e em nenhuma circusnctancia) e sou vítima das mesmas reacções! Bem entendo!

    ResponderEliminar
  3. ahahah imagino depois como ele ficou!!!!

    ResponderEliminar
  4. Eu não acho nada estranho. Acho estranho é haver quem se admire tanto com uma coisa tão comum.

    ResponderEliminar
  5. Hihihi.
    Também acontece muito comigo desde que deixei de comer carne, e isto já lá vão 16 anos, e as pessoas esquecem sempre esse pormenor. As pessoas são mal informadas, e é no que dá. Uma tristeza :s

    ResponderEliminar
  6. ahahah para mim é absolutamente normal mas para certas pessoas é estranho :)

    ResponderEliminar

Gambuzinem