quinta-feira, agosto 28, 2014

Passados quatro anos ♥

Há quatro anos atrás devemos ter sido dos noivos, vá, menos típicos. Começou logo com o pedido de noivado: numa noite fria de Dezembro, no Guincho, com direito a joelho no chão, um ramo de flores e um colar. Sim, porque Sr. Gambuzino sabia que eu não achava grande piada a anéis de noivado. Para comemorar, ainda se falou em irmos a um restaurante chic, caro e muito fino no Guincho mas isso não fazia tanto o nosso género e acabámos no Hard Rock, ele a comer carne até mais não e eu a devorar o meu hambúrguer vegetariano e a ouvirmos a melhor música. Assim, sim. Perfeito.
Para escolher o vestido noiva, cheguei à loja e disse logo qual o modelo qu queria experimentar (que tinha visto no site) e foi esse mesmo que acabei por escolher. Só pelo sim, pelo não, ainda experimentei mais três. Mas não. Era aquele primeiro, simples, sem pérolas, sem rendas, sem missangas, sem brilhantes e sem atilhos nas costas (que eu não gosto nada), só com um lacinho à frente, cai-cai, saia mais rodada. Para ser perfeito, só faltava ter bolsos, mas não se pode ter tudo. A minha amiga, que estava na esperança de passar dias inteiros a ver vestidos de noiva comigo, ficou extremamente frustada comigo por eu numa manhã ter despachado o assunto. Sorry!
Levei uns sapatos estilo vintage, com um saltinho mínimo, apesar de ser baixa.
Levei unhas vermelhas e não brancas, rosas, creme ou manicure francesa. Maquilhagem subtil e cabelo apanhado. E aparelho nos dentes...
Escondemos o carro e não dissemos a ninguém!!!! onde íamos passar a noite de núpcias (Pestana Sintra Golf Resort & Spa Hotel, que é simplesmente ma-ra-vi-lho-so!).
Não quisemos arranjos enormes e farfalhudos em jarras altas e brilhantes para a decoração das mesas: umas margaridas a flutuar em água, com velas flutuantes. Simples, mimosinho, a nossa cara.
Não quisemos uma quinta grande, com largada de pombas brancas nem lançamento de balões nem carrinhos de pipocas. Escolhemos um restaurante bom, com aspecto rústico, com comida boa boa boa, com um jardim e terraço onde pudéssemos literalmente casar e tirar fotografias. E numa zona alta com vista para o mar e para o Tejo, que era igualmente uma das coisas que mais queríamos.
Preparamos para os convidados uma dança surpresa e que ninguém estava à espera. Apesar dos nossos pés esquerdos e de chumbo, foi bem giro.
Eu não ía nada, mas mesmo nada nervosa. Ía, sim, super feliz e contente da vida.

Não foi um casamento grande, com grandes cerimónias, de pompa e circunstância. Foi algo mais pequeno (ao todo, fomos 68 pessoas), simples, descomplicado, preparado em menos de oito meses e tudo nas calmas e que, basicamente, tinha (e tem) tudo a ver connosco.
E passados exactamente quatro anos, olhando para trás, não alteraria practicamente nada.

Happy Day, Love*


22 comentários:

  1. E foi tão bonito!!
    Tão bonito porque foi mesmo vosso, feito à vossa "medida"!
    É assim que recordo o meu também... Casava-me outra vez! lol
    Muitos parabéns!!!
    Beijinhos *.*

    ResponderEliminar
  2. Oh tão giros :)
    Realmente assim é que são momentos inesquecíveis...

    ResponderEliminar
  3. tão queridos :) que venham muitos mais 4 anos. Felicidades gambuzinos ***

    ResponderEliminar
  4. É só descomplicar e ser feliz :)
    Muitos Parabéns e sejam descomplicadamente felizes :D

    ResponderEliminar
  5. Parabéns pelos quatro anos de felicidade :)

    Também não me estou a ver a passar dias e dias em busca do vestido perfeito. Conheço-me bem para saber que a simplicidade vai sempre levar a sua a melhor, pelo menos na maioria dos aspectos que concerne ao casamento. Mas espero ter espaço para dar asas a alguns caprichos (na lua-de-mel, por exemplo).

    P.S - Assim de repente o teu marido fez-me lembrar o actor Pedro Lima!! lol

    ResponderEliminar
  6. Parabéns!! E que os anos vos tragam ainda muitas surpresas e felicidade

    ResponderEliminar
  7. Que "ambos os dois" continuem a ser muito felizes :)

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns e que continuem assim, felizes =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Um casamento à vossa medida, portanto e isso é que interessa. Parabéns e felicidades :)

    ResponderEliminar
  10. Muitos parabéns!! Fiz este mês um ano hehe
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  11. Muitos parabéns e vesti-vos completamente nessa descrição ;) adoro a forma como relatas e valorizo tanto esse vosso amor, é admirável! Muitos parabéns!
    Beijinho Karinita

    ResponderEliminar
  12. O vestido é fofinho:) parabéns! venham muitos mais :)

    ResponderEliminar
  13. Que vestido giro! :D
    E que venham muitos mais anos e cheios de felicidade :D

    ResponderEliminar
  14. Parabéns!! Quando me casar, também quero uma coisa assim simples :) até porque não estamos em tempo de grandes gastos...

    ResponderEliminar
  15. O simples é sempre o mais bonito =) O casamento e para os noivos não para os convidados como se costuma achar...

    ResponderEliminar
  16. Acabei de descobrir o teu blogue e fiquei completamente rendida.
    Parabéns aos eternos noivos e que a felicidade se prolongue assim por muitos e bons anos!!

    Beijinho grande. :)

    ResponderEliminar
  17. Nós também fizemos tudo de forma bem minimalista e sem gastar rios de dinheiro, que era uma preocupação nossa. Mais que uma grande festa, queríamos uma festa para os nossos amigos e família íntima, sem frufru's. Divertimo-nos tanto que nem fizemos uma sessão ao pôr-do-sol sozinhos - esquecemo-nos totalmente!

    Já agora, onde foi o local do copo de água? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual!
      O copo de água foi no restaurante Os Raposos, em Paço D'arcos. Aconselhamos bastante, foram todos muito simpáticos, a comida estava divinal e o espaço em si é bem catita :)

      Eliminar
  18. E assim é que é, o casamento tem que ser a cara dos noivos.
    Parabéns, que contem muitos mais :)

    ResponderEliminar

Gambuzinem