segunda-feira, agosto 04, 2014

Respira fundo. Conta, devagarinho, até 10...

Ontem, já passava da meia-noite e eu tentava dormir, quando os meus vizinhos do lado começam, uma vez mais, a conversar e a rir às gargalhadas como se fossem quatro da tarde, sem a mínima preocupação de estarem ou não a falar demasiado alto. O costume, portanto.
Viro-me para o lado, viro-me para o outro, fecho os olhos, ponho a almofada em cima da orelha... Abro os olhos em puro stress por não conseguir deixar de os ouvir e, consequentemente, não conseguir adormecer.
Eu já podia ter ido falar com eles a pedir para fazerem menos barulho, eu sei. Mas nunca surgiu oportunidade porque é raro vê-los e eu nunca sei quando estão em casa, a não ser de madrugada quando se lembram de conversar, discutir e ressonar (pronto, eu sei que o homem não tem culpa de ressonar). E ontem, sinceramente, não me apetecia levantar da cama, vestir um robe acetinado de verão e ir bater à sua porta àquela hora e pedir para fazerem menos barulho - até porque eu não tenho robes acetinados de verão.
O que é que eu fiz? E é aqui que eu eu reconheço que não estive no meu melhor: dei duas estaladonas na parede de tal maneira que senti tudo a vibrar (sim, tenho a mão um pouco pesada... ups).

O que é que eu oiço do outro lado?

"Ai, a fazer barulho a estas horas??? Está maluca a vizinha! Isto não pode ser!"

* Respira fundo, Karina, respira fundo...*


11 comentários:

  1. opá como é que é possível..

    kisses***

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa não lhe podemos negar, têm um certo sentido de humor. Mas acredito que tenhas ficado com vontade de lhes apertar o pescoço :)
    Vizinhos barulhentos podem ser um verdadeiro problema, isso é verdade. Se os vires nos próximos tempos, aproveita para falar com eles, assim em modo simpática. Porque já sabes que há pessoas que não gostam que se lhes diga que fazem barulho e depois parece que fazem ainda pior :S

    ResponderEliminar
  3. É precisamente por essa reacção da parte deles que acho que não fizeste nada de mal. Também tenho vizinhos (vários!) que não têm noção que incomodam os outros e acredito que se fosse bater-lhes à porta e explicar-lhes que cá em casa trabalhamos/estudamos e temos que saltar da cama cedo, eles ainda iam pensar que eramos todos loucos e mal-educados. Infelizmente às vezes as pessoas só aprendem quando lhes fazem aquilo que elas fazem aos outros

    ResponderEliminar
  4. HAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!! Opá, muito bom! Da próxima vez que os vires ainda és capaz de levar um sermão porque fazes barulho a horas tardias!! :P

    ResponderEliminar
  5. Muito bom :) Muito bom, mesmo! Quero acreditar que muitas vezes as pessoas não têm noção do barulho que fazem ao falar, por exemplo... Nada como falar com eles ;)

    ResponderEliminar
  6. Isso acontece tanta fez, fazem barulho, mas ao mínimo que ouçam já estão a reclamar, é impressionante por vezes como as pessoas não tem noção do ridículo.

    ResponderEliminar
  7. looooooooooool
    Da próxima gritas "Pouco baruuuuuulho" :P

    ResponderEliminar
  8. Tens de fazer um bilhetinho (mais ou menos) simpático a dizer que fazem demasiado barulho e deixas debaixo da porta!

    ResponderEliminar
  9. Eu já teria feito o mesmo a muito tempo. Mas para a próxima começa a participar na conversa, para ver se ela entende que ouves tudo :p

    ResponderEliminar

Gambuzinem