quinta-feira, novembro 13, 2014

Emigrante tuga que se preze...


Vem a Portugal com a mala praticamente vazia para depois regressar com 20Kgs de bacalhau, vinho, castanhas, jeropiga - alguém vai festejar o S. Martinho atrasado em Dublin... - marmelada (raios, lá só há uma marmelada de laranja-super-hiper-mega-ácida e eu até gosto de coisas ácidas, mas estas marmeladas são um abuso), caldo verde, azeite nosso do boum e um ou outro pastel de nata. E, no caso de se ser mocinha, qualquer coisa da Women's Secret/ Oysho/ Intimissimi, que por mal dos pecados de qualquer mulher portuguesa na Irlanda, não há nenhuma destas lojas por lá, óhhhhhh.

Assim, sim. Uma casa portuguesa em Dublin.

6 comentários:

  1. Como assim não há Oysho? Aaaai a alma...

    ResponderEliminar
  2. eheheh é assim mesmo que por lá não há destas coisas boas :))

    ResponderEliminar
  3. Para mim costumam ser peças dessas lojas (e também da Stradivarius) e muito atum em lata (o atum "sueco" tem um sabor completamente diferente). O bacalhau costuma chegar por correio e imagino o que deve passar pela cabeça do carteiro...

    ResponderEliminar
  4. eu nao é bem bacalhau... é cerelac e chocapic para o homem, favaios para mim :D azeite para cozinhar e gelatina royal!

    ResponderEliminar
  5. E aposto que regressaste de alma lavada e coração cheio :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar

Gambuzinem