segunda-feira, dezembro 01, 2014

Ironia das ironias


Até termos tomado a decisão de virmos para a Irlanda, disse sempre que até podia sair de Portugal mas a compensação seria ir para um país mais quente. Pois, está bem. Hoje cá estou eu neste gelo, vestida com collants com pêlo interior, dois pares de meias, duas camisas interiores, uma camisola-vestido de lã quente e fofinha, umas boas galochas que não deixam o pé transpirar, e prestes a vestir o casaco impermeável-corta-vento-com-forro-tecido-polar, luvas, cachecol e gorro, mais uma dose extra de coragem para enfrentar o frio da rua - e tende piedade de mim, amén. Isto só para vestir e despir é uma canseira.


Lá diz o outro: pela boca morre o peixe. E que grande peixe eu fui.

6 comentários:

  1. Também não sou nada adepta do frio :P

    ResponderEliminar
  2. Hahaha possa realmente ainda foste para mais frio! Tens mesmo que andar assim bem vestida senão congelas :o

    ResponderEliminar
  3. Hahaha! E eu que adoro visitar países frios quando saio de Portugal... Beijinho.

    www.viajarso.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Por cá também está fresco, nas não se justifica tanta peça nem tanto tempo para vestir e despir!

    ResponderEliminar
  5. Eh pá só o exercício para vestir e despir isso :)

    ResponderEliminar

Gambuzinem