quinta-feira, janeiro 08, 2015

Tristeza...

Triste é ler certos comentários que quase desculpabilizam o acto terrorista em Paris de ontem ao defenderem que a liberdade de expressão deve vir sempre acompanhada de respeito. E eu concordo com isto, só não concordo com o facto de acharem desrespeituoso o facto de certos desenhistas mostrarem ao mundo (com algum humor) as facetas mais fundamentalistas e rígidas de um grupo de pessoas altamente perigosas, preconceituosas e elas próprias desrespeituosas dos direitos humanos em nome do seu deus [atenção que estou-me a referir de um grupo específico e não de toda uma população religiosa].
Mas isto sou eu, que sou uma gozona de primeira apanha, sem religião e agnóstica (uma herege!!!). Indendentemente disto, acho que cada um tem direito de acreditar naquilo que quer e acredito que tudo seria melhor se se preocupassem mais com outras coisas em vez de andarem a impingir o quer que seja aos outros, sem haver o mínimo respeito pelas ideias, ideais e credos do próximo.
Tolerância a quem merece ser tolerado, respeito a quem merece ser respeitado. E quem usa armas de fogo contra quem a sua arma é um lápis e uma borracha (mesmo que estes tivessem faltado ao respeito!) só pode ser chamado de cobarde e não merece tolerância nem respeito.

9 comentários:

  1. Concordo inteiramente contigo... É cobardia do mais alto nível e é verdadeiramente triste!
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo. Quem mata em nome de um Deus e em nome da religião, não merece nada. Nem sei que nome se pode dar a este tipo de humanos. Chegar a este ponto de fundamentalismo, nos tempos em que vivemos, é de facto muito triste. É motivo para deixar de ter esperança no género humano. Eu estou chocada com este acontecimento. Tanto ou mais que com o 9/11 :(

    ResponderEliminar
  3. juro-te que ainda não acredito no que se passou ontem. Quando pessoas são brutalmente assassinadas porque opinam e têm opinião é perder toda e qualquer credibilidade neste mundo.

    ResponderEliminar
  4. Concordo contigo ! É injusto e cobarde atacarem-se desta maneira e com esta barbaridade às pessoas. Foi um atentado não só contra o Charlie Hebdo e contra à França mas contra todos nós aos quatro quantos do mundo e contra a nossa liberdade de expressão.

    Ainda mais, o Charlie Hebdo tanto caricaturava o Papa como o Presidente Hollande. As caricaturas deles eram sobre actualidades e nunca foram para insultar ou provocar seja quem for.

    É triste, muito triste que o ser humano chegue a este ponto.


    1495 A.N.M

    ResponderEliminar
  5. Concordo. Não se pode desculpar o indesculpável.

    ResponderEliminar

Gambuzinem