sábado, julho 11, 2015

No comments...

Li há minutos um artigo sobre um grupo de pessoas que se tem indignado por a mulher do primeiro-ministro aparecer em visitas oficiais sem peruca nem lenço, demonstrando os efeitos da quimioterapia. Porque, dizem, estão a aproveitar-se da doença da senhora para ganhar votos (como se ela escolhesse ter esta doença maldita nesta altura do campeonato). E isto deixa-me profundamente triste: eu posso não gostar do seu marido como político, mas quando mistura-se a pessoa como ser individual, doenças e problemas pessoais com política, chego à conclusão que o mundo está mesmo perdido. Eu posso não concordar com grande parte das medidas do primeiro-ministro, mas com isto ganhei uma admiração pela sua mulher que tem a coragem de se mostrar em público sem peruca ou lenço, sem vergonha. E espero sinceramente que recupere o mais depressa possível, porque é um ser humano. E eu não desejo mal a ninguém, tendo ou não as mesmas ideologias políticas que eu.

4 comentários:

  1. concordo, as pessoas conseguem ser mesmo cruéis

    ResponderEliminar
  2. Acho tão estúpido isso, a sério ... Eu nem gosto nem desgosto de política mas ela acaba por ser corajosa por se vir mostrar assim.

    ResponderEliminar
  3. Nem há comentários possíveis para tais declarações.

    ResponderEliminar

Gambuzinem