quarta-feira, outubro 07, 2015

O drama, o horror, o pânico!

Basicamente isto é muito simples: desde que fiz 29 anos, no ano passado, tenho vivido em permanente ansiedade por me encontrar tão perto dos trinta. Eu sei, eu sei, já toda a gente me disse que os 30 não são nada de especial, nenhum bicho papão que me vai comer o braço durante a noite, nem nada que se pareça. Mas são 30 anos em cima do lombo. Fazer 18 é fixe, já se pode votar e conduzir. 20 anos também é engraçado, já se sente um ponta de responsabilidade mas com aquela graça adolescente ainda um pouco colada a nós. 25 ainda tem piada, trabalha-se, recebe-se dinheiro, maior autonomia. Agora 30?! Desculpem, ainda não vi a piada de fazer 30 - oxalá daqui uns meses diga que não percebia o porquê deste meu drama, que ter 30 é o máximo, fantástico, e essas coisas todas maravilhosas. Mas por agora, que ainda estou nos 20's, isso parece-me uma hipótese remota.

Pronto, isto para dizer que ontem a minha mãe lembrou-me que daqui um mês já tenho 30. E, se tenho estado o ano inteiro em drama com isto, ontem foi quando a coisa bateu realmente forte. Poxa, daqui um mês já tenho 30. 

Respira, Karina, respira...

8 comentários:

  1. Daqui a uma dúzia de dias já tenho 31... Esses sim, estão a custar-me a admitir... é como se passasse aquela barreira... "agora já entro nos trintas e...." =\

    ResponderEliminar
  2. Também não vejo quaisquer regalias nos 30 anos, será o pico sexual? ou qualquer coisa parecida?

    ResponderEliminar
  3. No ano em que fiz 30 estava com o mesmo sentimento que tu... Depois passou e os 30 passaram a ser só um número. Um número que não reflete como me sinto, tanto física como psicologicamente. Além disso, dizem que os 30 passaram a ser os novos 20, assim como os quarenta passaram a ser os novos 30, por isso... Sem stress! ;)

    ResponderEliminar
  4. Pensa assim: quando tiver 30 já posso ir ver o U2 xD

    ResponderEliminar
  5. Ainda hás-de escrever aqui um textinho em que descreves como é maravilhoso ter trinta anos :P

    ResponderEliminar
  6. Eu AMEI fazer 30. Este ano já cheguei aos 33 e não achei tanta piada, mas sinto-me tão melhor e mais segura de mim mesma desde que mudei de década, faço escolhas mais conscienciosas e sou muito mais empenhada na minha felicidade do que nos 20. Não sei explicar porquê, é só um número, mas é um facto que desde os 30 que me sinto muito mais eu.

    ResponderEliminar
  7. Eu senti o mesmo antes dos trinta e, quando efectivamente os fiz, custou-me imenso. É natural. O engraçado é que depois aos 31, 32, etc. já não sentes o mesmo...

    ResponderEliminar
  8. E eu que vou fazer 31 daqui a dias e ainda não entendi como os anos passaram tão rápido!! Volta vintes, estás perdoado ;)

    ResponderEliminar

Gambuzinem