Seriously?!!

07:29

Acordei ainda não eram cinco da manhã, como já é habitual acordar a meio da noite só porque sim, e agarrei logo o telemóvel para confirmar que Hillary estaria à frente das eleições. E caiu-me tudo quando vejo todas as notícias a indicarem Trump como o provável próximo presidente dos Estados Unidos. Já nem consegui dormir mais, a ler tudo o que era notícia sobre o assunto.

Opá, eu até percebo, era um dilema complicado de se resolver, à primeira vista. Mas era só mesmo à primeira vista e só com um olho aberto. 

O truque aqui não era escolher o melhor. Era escolher o mal maior e votar no outro. Nada que saber. 

E mesmo assim, vão votar no mal maior, no megalómano, intolerante, machista (como mulher, não percebo como haja mulheres a votarem nele), chauvinista, racista, homofóbico, no extremista que ofende tudo e todos - uma coisa é ser politicamente incorrecto, outra coisa é ser ofensivo, arruaceiro, parolo - que põe em causa os direitos humanos mais básicos, e sem qualquer experiência política...
Agora dizem que Hillary também é má, e eu concordo, mas nada deve ser tãoooo má do que ter um homem cujo discurso em tudo se assemelha ao de Hittler mas com acesso a códigos a armas nucleares. E dedos tão nervosos que até a sua equipa de campanha eleitoral teve de tomar medidas para ele não escrever nada no twitter nos últimos dias. Medo. Bela merda que foram arranjar.





We'll always have Paris III

18:28

À tarde do segundo dia fomos à Torre Eiffel, subimos até ao segundo patamar, eu ia morrendo de vertigens, Sr. Gambuzino ia morrendo no elevador, eu, Sr. Gambuzino e os meus pais íamos todos morrendo de frio. Mas valeu muito a pena. A vista é qualquer coisa de deslumbrante.

Depois fizemos uma tour num daqueles autocarros hop on, hop off, onde saímos para ver Notre Dame e comer um crepe (maravilhoso!!!, o meu era de nutella) e após isto seguimos para os Champs-Élysées e ao Arco do Triunfo.


































Place de la Concorde

Champs-Élysées


Arco do Triunfo
A loja de Louis Vuitton



Armada em espertinha

13:54

Depois de anos e anos e anos sem falar francês, a lembrando-me apenas o básico dos básicos, entro numa loja de souvenirs e vou para a caixa para pagar dois desenhos.
Senhor da loja: Bon jour!
Eu, armada em espertinha: Bon jour! Ça va bien?
Senhor: Ça va bien, merci! Et toi?
Eu: Oui, merci!
Senhor: blue blue blue blue blue? (blá blá blá blá blá com pronúncia francesa)
Eu:


Senhor faz gesto com as mãos e dá a entender que estava a perguntar se eu queria que ele enrolasse os desenhos.

Eu: oh... yes, please... thanks... goodbye!

We'll always have Paris II

12:06

No segundo dia fomos a Les Invalides, ao Museu de Guerra e ao túmulo de Napoleão Bonaparte.


Armaduras e armas
















Túmulo de Napoleão. Na foto não dá para ter uma ideia real da coisa, mas o túmulo era assim para além do gigante. Tipo, super, hiper, mega gigante




As grandes guerras