quarta-feira, março 02, 2016

Notas soltas


Estou viva, só não tenho tido tempo para grande coisa - inclusive, vir aqui. Tenho entrado cedo e saído tarde do estúdio, a trabalhar num grande projecto - mais tarde poderei contar melhor sobre isso.
Tenho tido insónias, mas isso também já não é grande novidade.
Fiquei contente com o Oscar do Leo - eu e meio mundo, pelos vistos. O rapaz já merecia há muito. E gostei igualmente do discurso que deu.
Apesar de ter gostado da actuação de Mark Rylance em Bridge of Spies, estava a torcer que Mark Ruffalo levasse a estatueta consigo por Spotlight.
Não achei piada a grande parte das fatiotas com que as pessoas se apresentaram para os Oscars. É impressão minha ou o glamour Hollywoodesco tem vindo a perder-se ao longo dos últimos anos?
Estou farta do inverno. Quero sol e calor e andar com o pé numa sandaloca aberta que deixe os meus pés apanharem ar e sol e calor. Quero que os meus pés deixem de se sentir permanentemente oprimidos pelas meias (sempre dois pares ou, caso contrário, congelam) e botas. 
Hoje quando saí de casa, às oito da manhã) estavam onze graus negativos (temperatura realmente sentida). Já disse que estou farta do inverno? Pois é, estou mesmo.